Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

7º mês de gestação

O sétimo mês de gestação compreende da 25ª à 28ª semana lunar. Nesse período, o bebê passa a engordar significantemente, tem suas mãos e olhos bem desenvolvidos (sendo capazes de abri-los e fechá-los). É também no sétimo mês que, no caso dos meninos, os t

No sétimo mês os testículos já podem ser visualizados.
No sétimo mês os testículos já podem ser visualizados.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Uma vez que temos meses com 28, 30 e 31 dias, alguns médicos costumam sugerir que os cálculos relativos ao tempo de gravidez de uma mulher sejam feitos de acordo com o calendário lunar. Isso significa, basicamente, considerar o seguinte:

- 1 semana lunar = 7 dias
- 1 mês lunar = 4 semanas de 7 dias = 28 dias

Como o período compreendido entre o início da gestação e o dia do parto tem cerca de 280 dias, podemos perceber que esse valor corresponde a 40 semanas.

Uma vez que um mês lunar tem 4 semanas, 40 semanas de gravidez correspondem a 10 meses lunares.

Agora que você já compreendeu essas contas, vamos seguir adiante, falando sobre o sétimo mês de gestação. Nesse período, compreendido entre a 25ª semana lunar e a 28ª, o bebê passa a maior parte do tempo acordado. Nessa fase, seu corpo cresce mais que a cabeça, tornando corpo e membros proporcionais. O bebê inicia essa fase com aproximadamente 700 gramas, encerrando com 1250 gramas, e cerca de 30 centímetros.

Ele se apresenta rosado, em virtude da formação dos capilares sanguíneos; com a pele bem fina, e começa a engordar. As mãos já estão bem formadas, e podem abrir e fechar. Como o cérebro e as terminações nervosas estão relativamente desenvolvidos, assim como o sistema imunológico, ele também já é capaz de ter sensações táteis, ouvir e perceber a luz. Falando nisso, seus olhos já estão completamente desenvolvidos e, nesse mês, já poderão ser abertos e fechados.

Como as narinas já se apresentam abertas, e os pulmões se desenvolvem significantemente; o bebê é capaz de respirar pelo nariz, caso nasça prematuramente. No caso dos meninos, é nesse período em que os testículos costumam descer.

Quanto à futura mamãe, ela pode apresentar dores nas costas, falta de ar, sensibilidade e/ou secura nos olhos, alergias, e problemas gastrointestinais em virtude da compressão do útero sobre o intestino e o afrouxamento da musculatura desta estrutura. Ela também pode ter câimbras, provocadas geralmente pela carência de ferro. Além disso, nessa fase ela tende a se apresentar mais inchada, e com os seios significantemente maiores (liberando colostro); e as estrias tendem a surgir – podendo ser prevenidas hidratando bem o corpo e a pele.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Corrimentos vaginais são comuns, assim como incontinência urinária. Isso aumenta as chances de infecções, que têm prurido e aumento do número de micções como sintomas clássicos.

Como os hormônios da gravidez podem dificultar a produção e utilização de insulina, existe o risco de a gestante adquirir um quadro de diabetes. Assim, nesse período, é prudente que a gestante faça um teste de glicemia, a fim de checar os níveis de glicose no sangue.

Ao final desse mês, em algumas gestantes surge uma linha negra, que vai do umbigo até os pelos pubianos. Ela tende a desaparecer em até um ano depois do parto.

Alimentação da gestante:

Alimentos ricos em ferro ajudarão nas questões referentes ao sistema digestório materno e na prevenção de câimbras.

Uma vez que, durante a gravidez, a necessidade de consumo de cálcio aumenta 50%, é importante que a gestante ingira alimentos que contenham tal elemento. Alguns deles são: brócolis, agrião, alface, aveia, salsa, salsão, beterraba, batata-doce, cebola, couve, espinafre, laranja e milho.

Não ingerir alimentos com cafeína e tampouco bebidas alcoólicas reduz os riscos de nascimento prematuro. O uso do cigarro também não deve ser feito.

Substituir o sal por vinagre balsâmico, em saladas, pode ser uma boa medida, já que ele ajuda na digestão, é pouco calórico, e combate os radicais livres. Evitar frituras e, quando isso não puder ser feito, substituir o óleo por azeite de oliva extravirgem; também é uma boa medida. Tal alimento previne a arteriosclerose, melhora o funcionamento do estômago e do pâncreas, acelera funções metabólicas, e favorece a absorção de cálcio.

Importante:

Na 28ª semana, caso a gestante seja Rh negativo, é importante que ela receba uma injeção de imunoglobulina Rh, a fim de prevenir a eritroblastose fetal nesta e em futuras gestações, caso se trate de bebê Rh positivo.



Por Mariana Araguaia
Bióloga, especialista em Educação Ambiental

Escritor do artigo
Escrito por: Mariana Araguaia Escritor oficial Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

ARAGUAIA, Mariana. "7º mês de gestação"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biologia/setimo-mes-gestacao.htm. Acesso em 23 de julho de 2024.

De estudante para estudante