Topo
pesquisar

Metamorfose nos anfíbios

Biologia

A metamorfose nos anfíbios incluem mudanças na alimentação e na respiração. Durante esse processo, também ocorrem transformações acentuadas na forma do corpo desses animais.
A metamorfose dos anuros é fácil de ser verificada
A metamorfose dos anuros é fácil de ser verificada
PUBLICIDADE

A metamorfose é um processo de mudanças perceptíveis, durante o ciclo de vida, que ocorre em algumas espécies. Vários animais sofrem metamorfose, tais como as borboletas, os mosquitos, as traças e alguns anfíbios. Esses últimos representam um grupo de animais vertebrados com mais de 6 mil espécies, que incluem salamandras, rãs, sapos, pererecas e cecílias.

Metamorfose dos anfíbios

Para falar da metamorfose dos anfíbios, utilizaremos como exemplo animais do grupo dos anuros, que apresentam um estágio de vida aquático e outro terrestre. A escolha desse exemplo deve-se ao fato de a metamorfose ser pouco visível nos outros grupos de anfíbios.

Antes de falar sobre a metamorfose propriamente dita, devemos lembrar do processo de reprodução desses animais. Comumente, observa-se que o macho segura a fêmea e lança seus espermatozoides nos ovos por ela depositados. A fecundação e o desenvolvimento dos ovos acontecem na água ou em locais úmidos.

O primeiro estágio de vida dos anuros é chamado de girino, caracterizado por viver na água. Essa fase de vida é, normalmente, herbívora, apresenta ausência de patas, possui uma cauda e brânquias, o que os torna semelhantes a peixes. Observa-se também um sistema de linha lateral que permite a captação de movimentos na água.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

À medida que o animal se desenvolve, surgem patas, pulmões, tímpanos e adequação do sistema digestório para a mudança da dieta, que passará a ser carnívora. Inicialmente, aparecem os membros posteriores e, em seguida, desenvolvem-se os membros anteriores. A cauda desse animal também regride, sendo reabsorvida.

Principais mudanças que ocorrem no corpo de um anuro
Principais mudanças que ocorrem no corpo de um anuro

O pulmão forma-se e, com seu desenvolvimento, verifica-se o desaparecimento das brânquias. À medida que os pulmões se desenvolvem, o animal passa a ficar mais tempo na margem, garantindo a captação de oxigênio. Ao iniciar o desenvolvimento terrestre, a rã ainda é jovem. Esse animal, então, retornará à água quando adulto para se acasalar.

Percebe-se, portanto, que a metamorfose dos anfíbios anuros é complexa, envolvendo mudanças em diversos sistemas do corpo. Esse animal deixa de ser aquático, passando a utilizar oxigênio atmosférico, apresenta mudanças em sua locomoção e muda sua alimentação de herbívora para carnívora.

Por Ma. Vanessa Sardinha dos Santos

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Metamorfose nos anfíbios"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biologia/metamorfose-nos-anfibios.htm. Acesso em 19 de agosto de 2019.

Lista de Exercícios
Questão 1

Sabemos que os anfíbios anuros passam por metamorfose para completar seu desenvolvimento. Que nome recebe o primeiro estágio de vida dos anuros?

a) Pulpa.

b) Lagarta.

c) Girino.

d) Alevino.

e) Trocófora.

Questão 2

Marque o último processo que ocorre na metamorfose dos anuros:

a) Surgimento de patas traseiras.

b) Surgimento das pratas dianteiras.

c) Reabsorção da cauda.

d) Desenvolvimento dos pulmões.

e) Desenvolvimento dos olhos.

Mais Questões
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola