Topo
pesquisar

Baleia jubarte (Megaptera novaeangliae)

Animais

PUBLICIDADE

Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Mammalia
Ordem Cetacea
Família Balaenopteridae
Gênero Megaptera
Espécie Megaptera novaeangliae

A baleia jubarte, também conhecida como baleia corcunda, pode medir aproximadamente quinze metros de comprimento e pesar até quarenta toneladas. Possui grandes nadadeiras peitorais, que podem medir até 1/3 do tamanho de seu corpo; e nadadeira dorsal, significantemente menor, localizada em sua corcunda. Na região anterior de seu corpo, encontramos várias pregas de coloração esbranquiçada que auxiliam na entrada e saída de água. Sua pele é relativamente fina e, abaixo dela, há uma grande camada de gordura, cerca de quinze vezes mais espessa que a epiderme.

Sua cabeça é achatada, com nódulos pilosos em sua superfície, e a boca se apresenta longa e em forma de arco. Para filtrar seu alimento, principalmente pequenos peixes e crustáceos, ela se utiliza de um grande número de placas queratinizadas presentes em sua boca: as barbatanas. Os olhos se localizam próximos às laterais da boca e um pouco à frente da abertura do ouvido. Já na região superior da cabeça, próximo também aos olhos, está o orifício respiratório, que auxilia a baleia a chegar à superfície, ao eliminar jatos de água.

A cauda da jubarte, com comprimento de aproximadamente cinco metros, é a principal responsável pelos saltos e movimentos de natação da baleia, auxiliada por uma estrutura muscular chamada pedúnculo caudal, que se inicia logo após a nadadeira dorsal. Sua cauda é a principal estrutura utilizada para o reconhecimento de indivíduos, já que cada indivíduo possui uma nadadeira caudal com características individuais.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

É considerada uma das espécies de baleias com mais movimentos acrobáticos. Estes desempenham, entre outros comportamentos ecológicos, função reprodutiva – assim como suas vocalizações.

Machos e fêmeas são diferenciados de acordo com a disposição da fenda genital e a presença de glândulas mamárias, nas fêmeas. Estas, a cada gestação, que dura aproximadamente um ano, dão à luz a uma única cria. Com aproximadamente cinco metros e duas toneladas, o filhote mama em sua mãe por aproximadamente um ano e permanece em sua companhia até que adquira condições de sobreviver sozinho.

Embora costumem ter hábitos solitários, baleias fêmeas costumam se agregar durante a migração anual, sempre nos mesmos grupos.

Atualmente, a União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) considera o status de conservação da baleia jubarte como pouco preocupante. Este resultado se deve às grandes e significantes ações conservacionistas, em todo o mundo. Captura acidental em redes de pesca, colisão com barcos e navios, poluição dos mares, destruição de habitats, encalhes e caça comercial - até meados do século XX, eram os principais fatores responsáveis pelo seu colapso populacional.

Curiosidade: estima-se que aproximadamente 1600 baleias migrem anualmente para a região de Abrolhos, Bahia, durante os meses de inverno e primavera, onde acasalam e amamentam seus filhotes.

Por Mariana Araguaia
Graduada em Biologia

A baleia jubarte executa diversos movimentos acrobáticos
A baleia jubarte executa diversos movimentos acrobáticos

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

ARAGUAIA, Mariana. "Baleia jubarte (Megaptera novaeangliae)"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/animais/baleia-jubarte-megaptera-novaeangliae.htm. Acesso em 17 de setembro de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola