close
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Riscos do uso de narguilé

Os riscos do uso de narguilé são grandes, pois ele pode ocasionar problemas cardiovasculares e respiratórios e a contaminação por agentes como o vírus causador da herpes.

O uso de narguilé pode causar danos à saúde
O uso de narguilé pode causar danos à saúde
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

O narguilé definitivamente está na moda e caiu no gosto do brasileiro. Também conhecido como cachimbo d'água, o narguilé teve sua origem na Índia e atualmente é usado por mais de 100 milhões de pessoas em todo o planeta. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), somente em nosso país, pelo menos 212 mil pessoas fumam narguilé.

Tópicos deste artigo


Como funciona o narguilé?

O narguilé possui um reservatório central que se assemelha a um vaso, onde se deposita água pura ou associada a outro líquido. Ligado a esse reservatório está o fornilho, local onde se coloca o tabaco. Acima do tabaco é colocada uma tela que sustentará um carvão em brasa que será usado para acender o cachimbo. Na porção superior do narguilé, há uma mangueira, por onde se aspira a fumaça. Na porção final dessa mangueira, há uma piteira.

O mecanismo de funcionamento do narguilé é bastante simples. Inicialmente, o carvão em brasa esquenta o tabaco, produzindo uma fumaça. Essa fumaça segue em direção à base, onde será resfriada pela água. A fumaça resfriada segue então para a mangueira até chegar à boca do usuário.


Quais são os efeitos nocivos do narguilé?

Apesar do que muitas pessoas pensam, os danos decorrentes do uso do narguilé são grandes e não são menos perigosos que os danos resultantes do uso do cigarro. Isso significa que pessoas que fazem uso desse famoso cachimbo podem desenvolver doenças cardiovasculares e respiratórias, dependência, impotência e o desenvolvimento de cânceres, como o de pulmão e boca.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Um estudo publicado na Public Health Reports em 2016, intitulado “Systematic Review and Meta-Analysis of Inhaled Toxicants from Waterpipe and Cigarette Smoking”, comprovou que o uso do narguilé expõe uma pessoa a níveis muito maiores de substâncias tóxicas que o cigarro. De acordo com o estudo, uma sessão de narguilé expõe uma pessoa cerca de 2,5 mais vezes à nicotina do que o cigarro.

Fato é que pessoas que fazem uso do narguilé utilizam o cachimbo com frequência relativamente menor do que os fumantes usam o cigarro. Entretanto, em uma sessão, que pode durar até uma hora, uma pessoa inala a fumaça correspondente a aproximadamente 100 cigarros, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Vale frisar ainda que o carvão utilizado para acender o narguilé também origina fumaça, aumentando a quantidade de substâncias tóxicas às quais uma pessoa é exposta. Além disso, muitos médicos alertam para outros problemas decorrentes do uso do narguilé. Como normalmente a piteira é compartilhada com várias pessoas, é aumentado o risco de contrair doenças contagiosas, como a herpes e a tuberculose.

Por Ma. Vanessa dos Santos

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Riscos do uso de narguilé"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/saude-na-escola/riscos-uso-narguile.htm. Acesso em 25 de maio de 2022.

De estudante para estudante


Estude agora


Direitos das crianças no Brasil

Veja nesta videoaula o histórico dos direitos das crianças no Brasil, percorrendo o período colonial até a...

Entrevista com Luiza Mamede, nota 1000 na redação do Enem 2021

Entrevista com Luiza Mamede, uma das estudantes que tiraram 1.000 na redação do Enem 2021. Ela contou como foi sua...