Topo
pesquisar

Por que pilhas usadas são lixos tóxicos?

Química

PUBLICIDADE

Muita gente não tem conhecimento que pode estar armazenando em suas próprias casas um poderoso lixo tóxico: pilha usada. A situação se agrava se considerarmos a quantidade de equipamentos que possuímos e que funcionam à base de pilhas, como por exemplo: rádios, relógios, máquinas fotográficas, calculadoras eletrônicas, filmadoras e agora nossos inseparáveis celulares.

O pior é que as pilhas modernas trazem o problema agravado, são as que possuem mais contaminantes, são elas: Baterias de chumbo (SLA), botão de mercúrio, baterias de Níquel-Cádmio (NiCd).

Mas o que exatamente contêm nestas pilhas que as tornam tão perigosas? Mercúrio, Cádmio e Chumbo são chamados de metais pesados, foram batizados assim porque apresentam alta periculosidade ao homem, ou seja, são tóxicos. Quando as pilhas são descartadas e acumuladas em nossas residências, estamos criando uma verdadeira área de risco, rica em metais perigosos. A pilha usada costuma vazar um líquido contido em seu interior, que é rico em metais tóxicos - os mencionados acima.

Entre os males provocados pelo contato com metais pesados estão: doenças nos rins, pulmão, ataque ao sistema nervos central e ainda câncer.

Por Líria Alves
Graduada em Química
Equipe Brasil Escola

Veja mais!

O que fazer com pilhas usadas?

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Química Ambiental - Química - Brasil Escola

Pilhas contêm elementos tóxicos
Pilhas contêm elementos tóxicos

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SOUZA, Líria Alves de. "Por que pilhas usadas são lixos tóxicos?"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/quimica/por-que-pilhas-usadas-sao-lixos-toxicos.htm. Acesso em 22 de outubro de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola