Fundo Menu
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Segunda Teoria do Aparelho Psíquico

O id, o ego e o superego
O id, o ego e o superego
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

Entre 1920 e 1923, depois que Freud distinguiu os conceitos de consciente e inconsciente, esse introduziu os conceitos de id, ego, superego.

O id é o que está anterior ao inconsciente, seria a parte mais primitiva, o id age conforme as manifestações do princípio de prazer, ou seja, sua função é a obtenção de satisfação a qualquer preço, sem noção alguma de juízo, valor, moralidade, bem ou mal. O ego faz o papel de mediador entre as exigências do id e do mundo externo, age conforme o princípio de realidade empenha-se em reduzir a tensão do id até encontrar o objeto para satisfazê-lo. O superego é a moralidade, as regras, sua função é inibir a satisfação do id.

O ego tem uma função intermediária, o que pode gerar conflito no interior da personalidade humana, uma vez que ocupa uma posição difícil, sendo pressionado por forças insistentes e opostas. Ele tem a função de adiar a satisfação imediata exigida pelo id, agir sobre o meio para aliviar as tensões do id, e ainda confrontar-se com as regras e a moralidade do superego.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

De acordo com esta teoria, a ansiedade pode ser explicada como resultado inevitável do ego diante de uma pressão grande e tem como função advertir o ego que ele está sendo ameaçado. A ansiedade é vista como um obstáculo ao crescimento, pois o problema principal da psique é encontrar maneiras de enfrentá-la. Sendo assim o ego desenvolve os mecanismos de defesa para proteger-se contra a ansiedade.

Por Patrícia Lopes

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

LOPES, Patrícia. "Segunda Teoria do Aparelho Psíquico"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/psicologia/segunda-teoria-aparelho-psiquico.htm. Acesso em 01 de julho de 2022.

De estudante para estudante


PUBLICIDADE

Estude agora


Mistura de soluções de solutos diferentes que reagem entre si

Os casos mais comuns de mistura de soluções de solutos diferentes que reagem entre si ocorrem quando juntamos...

Tempos verbais

Pretérito, presente ou futuro são tempos verbais que exprimem uma variação que indica o momento em que se dá o...