Topo
pesquisar

Missa do Galo

Natal

A Missa do Galo é uma celebração tradicional do catolicismo. É realizada à meia-noite da véspera de Natal em diversas partes do mundo, inclusive no Vaticano.
A Missa do Galo realizada pelo papa no Vaticano é transmitida internacionalmente e é acompanhada por milhões de pessoas.*
A Missa do Galo realizada pelo papa no Vaticano é transmitida internacionalmente e é acompanhada por milhões de pessoas.*
PUBLICIDADE

A Missa do Galo é como se conhece uma importante tradição da Igreja Católica: a missa que é realizada à meia-noite na véspera de Natal. Ela faz parte das celebrações existentes no Catolicismo a respeito da data de nascimento de Cristo, que, segundo a tradição cristã católica, ocorreu em 25 de dezembro.

A Missa do Galo ocorre também no Vaticano, sendo realizada pelo papa na Basílica de São Pedro. Costuma ser transmitida para diversas partes do mundo e acompanhada por milhões de pessoas.

Acesse também: Conheça a história por trás da figura do Papai Noel

Origens do termo

A expressão “Missa do Galo” é utilizada exclusivamente nos idiomas de origem latina, uma vez que, em outros idiomas, a definição utilizada é, em geral, Santa Missa de Natal. A origem do termo é incerta, e as teorias existentes não possuem nenhum tipo de comprovação histórica. De toda forma, vamos conhecer as teorias que explicam o nome dessa importante celebração religiosa.

A primeira versão sugere que o nome faz referência ao fato de um galo ter cantado à meia-noite na ocasião do nascimento de Cristo. Esse acontecimento seria, portanto, a anunciação do nascimento do filho de Deus. Outra teoria, essa de origem espanhola, sugere que, antes da badalada de meia-noite da véspera de Natal, lavradores de uma região da Espanha matavam um galo e levavam-no para a igreja para que fosse distribuído entre os pobres|1|.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Existem teorias que falam que, durante a missa de Natal em algumas regiões da Espanha e Portugal, algumas pessoas levavam galos para a missa. Se algum galo cantasse, isso era entendido como um sinal de que boas colheitas ocorreriam. Para outros, o nome faz referência àqueles que migravam de Jerusalém para Belém “na hora que o galo cantava” para acompanhar a missa de Natal.

Outra explicação sugere que o nome “Missa do Galo” seja originário de uma expressão realizada pelo papa Sisto III. Nessa ocasião, Sisto III sugeriu a criação de uma missa com o objetivo de celebrar o nascimento de Cristo “na hora que o galo canta”. Isso fez muitos sugerirem que a origem do termo faz menção a esse episódio.

Quem criou a Missa do Galo?

Sisto III é considerado por muitos como o papa que autorizou a criação da Missa do Galo em meados do século V d.C. Essa informação é questionada, pois alguns defendem que São Telésforo criou a Missa do Galo em 143.

*Créditos da imagem: Frippitaun | Shutterstock

|1| Presépio: o Galo. Para acessar, clique aqui.

Por Daniel Neves
Graduado em História

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SILVA, Daniel Neves. "Missa do Galo"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/natal/missa-galo.htm. Acesso em 18 de julho de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola