A Matemática no Método Braille

Matemática

PUBLICIDADE

O sistema Braille é um método de leitura para cegos inventado pelo francês Louis Braille. O método consiste em um alfabeto de pontos em relevo, que são organizados em uma tabela com três linhas e duas colunas formando um retângulo, onde pelo menos um se destaca em relação aos demais. As combinações desses pontos dispostos estão relacionados a símbolos que representam letras simples e acentuadas, pontuações, símbolos, notas musicais, sinais algébricos entre outros, propiciando ao deficiente visual a leitura e escrita de qualquer texto. Por exemplo, a letra A é representada pela seguinte combinação:

Devido a esse tipo de configuração, o método admite um número finito de caracteres, pois os pontos em relevo são posicionados em diferentes lugares, dando a ideia das seguintes combinações:

Combinação de seis pontos agrupados um a um – C6,1

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)





Combinação de seis pontos agrupados dois a dois – C6,2





Combinação de seis pontos agrupados três a três – C6,3





Combinação de seis pontos agrupados quatro a quatro – C6,4





Combinação de seis pontos agrupados cinco a cinco – C6,5





Combinação de seis pontos agrupados seis a seis – C6,6

O número de caracteres que podem ser representados pelo alfabeto Braille é a soma das combinações C6,1 + C6,2 + C6,3 + C6,4 + C6,5 + C6,6 = 6 + 15 + 20 + 15 + 6 + 1 = 63 possíveis caracteres.

 

Por Marcos Noé
Graduado em Matemática
 

Método Braille
Método Braille

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SILVA, Marcos Noé Pedro da. "A Matemática no Método Braille "; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/matematica/a-matematica-no-metodo-braille.htm. Acesso em 15 de agosto de 2020.