Topo
pesquisar

Tipos de estrofes: simples e composta

Literatura

A combinação de versos de uma só medida ou de medidas diferentes determina o tipo de estrofe no poema, que pode ser simples ou composta.
PUBLICIDADE

Leia os trechos dos poemas a seguir:

(1) Poema dos olhos da amada
Rio de Janeiro, 1959
Vinicius de Moraes, Paulo Soledade

Ó minha amada
Que olhos os teus

São cais noturnos
Cheios de adeus
São docas mansas
Trilhando luzes
Que brilham longe
Longe nos breus...
(…)


(2) A esposa
Rio de Janeiro, 1933
Vinicius de Morais

Às vezes, nessas noites frias e enevoadas
Onde o silêncio nasce dos ruídos monótonos e mansos
Essa estranha visão de mulher calma
Surgindo do vazio dos meus olhos parados
Vem espiar minha imobilidade.
(…)

Podemos notar que os versos que compõem cada poema e suas respectivas estrofes possuem uma métrica (medida poética) diferente. Veja:

Ó / mi/ nha a / ma

Que o / lhos / os/ teus

São/ cais/ no/ tur

Chei / os/ de a/ deus

São/ do/ cas/ man

Tri/ lhan/ do /lu

Que/ bri/ lham/ lon

Lon/ ge /dos/ breus

Em (1), cada verso possui quatro sílabas poéticas, ou seja, todos são versos tetrassílabos.

Às/ ve/zes/, ne/ssas/ noi/tes/ fri/as/ e e/ne/voa/das (12 sílabas poéticas)

On/de o/ si/lên/cio/ nas/ce/ dos/ ruí/dos/ mo/nó/to/nos/ e/ man/sos (16 sílabas poéticas)

E/ssa es/tra/nha/ vi/são/ de/ mu/lher/ cal/ma (10 sílabas poéticas)

Sur/gin/do/ do/ va/zio/ dos/ meus/ o/lhos/ pa/ra/dos (12 sílabas poéticas)

Vem/ es/piar/ mi/nha i/mo/bi/li/da/de. (9 sílabas poéticas)

Já em (2), nota-se que a medida de cada verso é diferente.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Esses tipos de métrica dentro das estrofes conferem a elas uma determinada classificação:

a) estrofes simples: são aquelas que possuem versos com apenas uma medida.

Exemplo:

Soneto do amigo – Vinicius de Moraes
Enfim, depois de tanto erro passado
Tantas retaliações, tanto perigo
Eis que ressurge noutro o velho amigo
Nunca perdido, sempre reencontrado.
(…)

Veja que todos os versos dessa estrofe são decassílabos (possuem dez sílabas poéticas cada), caracterizando, assim, uma estrofe simples.

En/fim/, de/pois/ de/ tan/to er/ro/ pas/sa//do

Tan/tas/ re/ta/lia/ções/, tan/to/ pe/ri//go

Eis/ que/ res/sur/ge/ nou/tro o/ ve/lho a/mi//go

Nun/ca/ per/di/do/, sem/pre/ reen/con/tra//do.

b) estrofes compostas: são aquelas que combinam versos maiores ou menores.

Exemplo:

(2) A esposa
Rio de Janeiro, 1933
Vinicius de Morais

Às vezes, nessas noites frias e enevoadas
Onde o silêncio nasce dos ruídos monótonos e mansos
Essa estranha visão de mulher calma
Surgindo do vazio dos meus olhos parados
Vem espiar minha imobilidade.

Perceba novamente como são diferentes as medidas dos versos dessa estrofe:

Às/ ve/zes/, ne/ssas/ noi/tes/ fri/as/ e e/ne/voa/das (12 sílabas poéticas)

On/de o/ si/lên/cio/ nas/ce/ dos/ ruí/dos/ mo/nó/to/nos/ e/ man/sos (16 sílabas poéticas)

E/ssa es/tra/nha/ vi/são/ de/ mu/lher/ cal/ma (10 sílabas poéticas)

Sur/gin/do/ do/ va/zio/ dos/ meus/ o/lhos/ pa/ra/dos (12 sílabas poéticas)

Vem/ es/piar/ mi/nha i/mo/bi/li/da/de. (9 sílabas poéticas)

 

Por Mariana Rigonatto
Graduada em Letras

A medida dos versos determina o tipo de estrofe
A medida dos versos determina o tipo de estrofe

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

RIGONATTO, Mariana. "Tipos de estrofes: simples e composta"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/literatura/tipos-estrofes-simples-composta.htm. Acesso em 23 de novembro de 2019.

Assista às nossas videoaulas
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola