close
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Superpopulação e consumo

Com a superpopulação do planeta, o consumo tem aumentado de forma alarmante.

O consumismo pode levar o mundo ao esgotamento de recursos
O consumismo pode levar o mundo ao esgotamento de recursos
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

A densidade demográfica mundial tem sido foco de diversas discussões que derivam diversas vertentes por parte da classe científica envolvida nesse contexto.

Existem duas polaridades dentro da questão na qual uma parte da classe científica coloca-se a favor da implantação efetiva, em nível global, de um controle de natalidade, esses sofrem grande influência da teoria malthusiana, que prevê um elevado crescimento da população e o resultado desse fato seria a escassez de recursos, especialmente de alimentos.

A outra vertente científica garante que o crescimento da população não compromete as reservas de recursos naturais no mundo, além disso, que o planeta consegue suprir as necessidades de uma superpopulação.

Superpopulação significa a existência de um número de pessoas muito maior do que a capacidade de suprimentos contidos na natureza, desse modo, os recursos indispensáveis para a sobrevivência humana não seria suficiente.

Quanto à perspectiva da ocorrência de uma superpopulação, os países subdesenvolvidos que, em âmbito mundial, apresentam as maiores taxas de crescimento demográfico do planeta tornam-se protagonistas do processo.


Para outro grupo de estudiosos sobre população, a questão de esgotamento e incapacidade de recursos não se enquadra no contexto das nações subdesenvolvidas, ou seja, esses são isentos de culpa, na verdade os culpados são as sociedades de consumo presentes em países desenvolvidos.

Diante da melhoria na qualidade de vida e dos ganhos mais elevados, a população consome muito e interfere diretamente na extração de recursos. Nos dados de nível de consumo entre países ricos e pobres, fica clara a disparidade existente na qual o primeiro supera enormemente o segundo. Sem contar que os países ricos incentivam a extração de recursos nos países subdesenvolvidos para suprir suas necessidades, uma vez que seus recursos já se encontram esgotados há muito tempo.

De acordo com as linhas de pensamento apresentadas, chega-se à conclusão de que essa questão está ligada muito mais ao modelo de consumo do que propriamente à densidade demográfica. O que se deve verificar é o modelo de desenvolvimento e de produtos no mercado que apresenta pouco tempo de vida útil, embalagens individuais, obtenção de produtos que não são indispensáveis e muitos outros.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por Eduardo de Freitas
Graduado em Geografia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

FREITAS, Eduardo de. "Superpopulação e consumo"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/superpopulacao-consumo.htm. Acesso em 20 de maio de 2022.

De estudante para estudante


Verdadeiro ou Falso?

Mapas são representações gráficas em escala reduzida da superfície terrestre ou de parte dela sobre um plano podem ainda representar especialmente determinadas informações gráficas, compondo, assim, os mapas temáticos

Por Anna Clara
Responder
Ver respostas

como era a situaçao da cidade de berlin durantguerra e o periodo da guerra  fria

Por davi Abner
Responder
Ver respostas

Estude agora


Revolta da Armada

Assista a nossa videoaula para conhecer a história da Revolta da Armada. Confira também no nosso canal outras...

Hipermodernidade de Gilles Lipovetsky

A hipermodernidade é a sociedade marcada pelo imediatismo e pelo hiperconsumismo. Ficou curioso? Veja nesta videoaula...