Topo
pesquisar

Mutação Patrimonial e do ambiente natural

Geografia

PUBLICIDADE

Há movimento constante na riqueza aziendal e, igualmente, transformação no entorno ecológico. Todos os elementos que constituem o patrimônio tendem ao movimento e influenciam o ambiente natural, gerando fenômenos ambientais. Assim como o movimento patrimonial modifica o ambiente natural esse também modifica o patrimônio gerando fenômenos patrimoniais. Isto é axiomático.

Sobre essa matéria diz Lopes de Sá (1999): parece-me axiomático que: ¨O entorno ecológico transforma-se com o transformar da riqueza das células sociais e a riqueza das células sociais se transforma com o transformar do entorno ecológico¨. Ou seja: ¨há uma inequívoca interação transformadora entre o ambiente natural e o patrimônio das células sociais¨. Ou ainda, quer o patrimônio, quer o ambiente natural, sujeita-se às leis supremas da ¨transformação¨ e às de um regime de ¨interação¨ Ver Contabilidade ambiental: uma responsabilidade social em www.crcmg.org.br.

Nessa interação constante deve-se buscar a eficácia do fenômeno patrimonial e do fenômeno do meio ambiente natural.

O contador é o profissional capaz de criar modelo contábil para essa eficácia. Faz-se necessário à eficácia entre o fenômeno contábil e o fenômeno ecológico para se conseguir o desenvolvimento econômico sustentável e este é um novo desafio à contabilidade e à ciência da administração.

Como em trabalhos anteriores afirmei, o gestor da organização deve dar atenção à necessidade do patrimônio e à necessidade do ambiente natural. Há um limite da necessidade da célula social como há um limite da necessidade do meio ambiental natural.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Há célula social que depende da natureza, mas há um limite de utilização da natureza, para se perpetuar na temporalidade, tal como ocorre com as espécies na biologia.

A indústria que utiliza a água, há um limite nessa utilização, deve aplicar recurso (fenômeno patrimonial) em açudes de decantação, onde a água poluída pela transformação patrimonial é despoluída (fenômeno ambiental) e devolvida pura à natureza.

A indústria de papel que utiliza celulose deve preocupar-se com o plantio de árvores, para cada árvore cortada deve plantar outra árvore.

Com a poluição da natureza pela atividade econômica da célula social gerou a necessidade da harmonização entre a mutação patrimonial e do meio ambiente natural e para que isso ocorra é fundamental a conscientização ecológica do empresário e da comunidade a nível mundial.

O Neopatrimonialismo contábil prega, exatamente, o princípio de fortalecimento do agente ambiental, quer humano, quer material, quer natural, como fonte de motivação para a obtenção da eficácia.

Werno Herckert
Contador
Membro da Academia Brasileira de Ciências Contábeis.
Membro da Associação Científica Internacional do Neopatrimonialismo.

Geografia Geral - Geografia - Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DANTAS, Gabriela Cabral da Silva. "Mutação Patrimonial e do ambiente natural"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/mutacao-patrimonial-ambiente-natural.htm. Acesso em 20 de outubro de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola