close
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Teoria do Caos

A teoria do caos estabelece que uma pequena mudança ocorrida no início de um evento qualquer pode ter consequências desconhecidas no futuro.

Símbolo representativo da teoria do caos
Símbolo representativo da teoria do caos
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

Antes de começar essa leitura você deve se perguntar: caos é uma coisa boa ou ruim? Pelo significado que ouvimos no cotidiano diríamos que se trata de algo ruim. Mas, ao contrário do que parece, nem sempre “caos” quer dizer algo negativo. Tratando-se da Teoria do Caos, podemos dizer que se trata de algo bom, pois essa teoria traz explicações de fenômenos não previsíveis. Portanto, a Teoria do Caos é um padrão de organização dentro de um fenômeno desorganizado, ou seja, dentro de uma aparente casualidade.

Se olharmos à nossa volta veremos diferentes fenômenos que não podem ser descritos ou previstos pelas leis matemáticas. A esses fenômenos imprevisíveis damos o nome de fenômenos caóticos. Um básico exemplo de um fenômeno caótico é o gotejar de uma torneira. A elaboração de uma equação que possa descrever essa ação é difícil, além disso, determinar a frequência com que as gotas de água caem também é complicado.

O estudo da desordem organizada (teoria do caos) foi proposto pelo meteorologista Edward Lorentz. Ele desenvolveu um modelo que simulava no computador a evolução das condições climáticas. Indicando os valores iniciais de ventos e temperaturas, o computador se encarregava de fazer uma simulação da previsão do tempo. Em suas simulações, Lorenz imaginava que pequenas modificações nas condições iniciais acarretariam alterações também pequenas na evolução do quadro como um todo. Mas o que ele obteve de resultado foi o contrário, as pequenas modificações nas condições iniciais provocaram efeitos desproporcionais.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Lorentz verificou que para períodos curtos (um ou dois dias), os efeitos produzidos eram insignificantes; porém quando o período era longo (cerca de um mês), os efeitos produziam padrões totalmente diferentes.

Lorentz chegou a essa conclusão após digitar um dos números dos cálculos com algumas casas decimais a menos. Esperando que se chegasse a um resultado com poucas mudanças, o que aconteceu foi o contrário: essa pequena alteração provocou uma grande alteração dos efeitos produzidos nas massas de ar, que até então eram seu objeto de estudo.


Por Domiciano Marques
Graduado em Física

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SILVA, Domiciano Correa Marques da. "Teoria do Caos"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/fisica/teoria-caos.htm. Acesso em 19 de maio de 2022.

Tire suas dúvidas


Sobre o Fahrenheit, quero memorizar e aprender muito mais, me ajude.

Por Kamylla Diniz
Responder
Ver respostas

Um corpo percorre um arco de circunferência com raio de 40 cm, com uma velocidade que varia 
segundo a lei v (t) = 3 - 10t, em unidades SI. Determine a aceleração do móvel no instante t = 0 s 
e o ângulo que os vetores aceleração e velocidade fazem entre si nesse instante. 

Por James Miranda
Responder
Ver respostas

Estude agora


O que é comunismo?

O termo comunismo ganhou nos últimos anos uma revitalização, seja crítica, seja de apoio. Com esta videoaula, você...

Teorema da bissetriz interna

Nesta aula estudaremos o teorema da bissetriz interna, o qual afirma que a bissetriz interna de um triângulo divide o...