Topo
pesquisar

Lentes fotocromáticas

Física

Nas lentes fotocromáticas, a intensidade da sua cor adapta-se à luz solar do ambiente, ficando mais escura quando exposta à luz solar direta.
Na presença de luz intensa, as lentes fotocromáticas escurecem
Na presença de luz intensa, as lentes fotocromáticas escurecem
PUBLICIDADE

Em algum momento de nossas vidas já visitamos um oftalmologista. Nessa visita, submetemo-nos a diversos exames para avaliar nossa visão. Se não estamos enxergando bem, o médico faz o diagnóstico, identificando o tipo de deficiência visual, e prescreve uma receita específica para o problema. Se observarmos bem uma receita prescrita por um médico oftalmologista, veremos uma série de números e abreviaturas cujo significado é facilmente compreendido pelo profissional do laboratório óptico.

São os mais variados os tipos de defeito da visão que podemos apresentar: a miopia, a hipermetropia, o astigmatismo e a presbiopia. O interessante é que há um tipo de lente que pode corrigir cada um desses defeitos. Por exemplo, a miopia pode ser corrigida fazendo uso de lente divergente, já a hipermetropia é corrigida com o uso de lente convergente. Sendo assim, a principal finalidade do estudo da Óptica é o entendimento da visão humana, que por sinal é bastante complexa.

Como sabemos, nem todas as pessoas usam óculos por apresentarem defeitos da visão. Muitas usam apenas por estética ou usam óculos que têm a finalidade de proteger a visão do Sol. Esses óculos são conhecidos popularmente como “óculos escuros”. Para quem usa óculos de grau, pode-se dizer que é um pouco mais complicado usar óculos escuros, pelo fato de muitos deles não apresentarem o grau correto de correção visual necessário para a pessoa. É aí que entram as chamadas lentes fotocromáticas.

De certo você já deve ter se deparado com uma pessoa andando, em um dia ensolarado, usando óculos escuros que mudaram de cor quando essa pessoa entrou em um ambiente com pouca iluminação. Como mencionamos no parágrafo acima, essas lentes são ditas lentes fotocromáticas.

As lentes fotocromáticas possuem uma película de três sais de prata: cloreto de prata (AgCl), brometo de prata (AgBr) e iodeto de prata (AgI). Em presença de luz intensa, originam a prata metálica, separada dos outros elementos. Como esse tipo de prata é opaco, a lente torna-se escura. Quando a intensidade luminosa diminui, a prata metálica volta a se combinar com os outros elementos, recuperando os sais, e a lente fica de novo incolor. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por Domiciano Marques
Graduado em Física

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SILVA, Domiciano Correa Marques da. "Lentes fotocromáticas"; Brasil Escola. Disponível em <https://brasilescola.uol.com.br/fisica/lente-fotocromatica.htm>. Acesso em 23 de abril de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola