close
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Bulimia

A bulimia é um transtorno alimentar que se caracteriza pela ingestão de uma grande quantidade de comida, seguida por métodos compensatórios. As pessoas que sofrem desse transtorno têm baixa autoestima e são obsessivas com dietas e formas físicas perfeitas.

Após compulsão alimentar, as pessoas que sofrem desse transtorno alimentar induzem o vômito, ato seguido por sentimentos de culpa
Após compulsão alimentar, as pessoas que sofrem desse transtorno alimentar induzem o vômito, ato seguido por sentimentos de culpa
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

Nos dias atuais, o culto ao corpo perfeito acaba influenciando pessoas, principalmente mulheres, a usarem de todo e qualquer artifício para se manterem magras. A bulimia é um transtorno alimentar que se caracteriza pela ingestão de uma grande quantidade de alimentos, geralmente ricos em calorias, seguida por métodos compensatórios. Esses métodos compensatórios podem ser: o uso de laxantes ou diuréticos, a prática de exercícios físicos intensos ou a indução do vômito. Pessoas que apresentam esse transtorno alimentar geralmente têm peso normal e seguem dietas severas. Além disso, alguns fazem jejuns rigorosos e ingerem anorexígenos, medicamentos que diminuem o apetite e causam agitação, dependência e inúmeros efeitos indesejáveis.

A bulimia e a anorexia são diferentes. Na bulimia ocorre a compulsão por alimentos seguida por métodos compensatórios. Na anorexia a pessoa deixa de se alimentar, perdendo peso rapidamente, chegando às vezes a um estado de desnutrição severa que pode levar à morte.

Na bulimia, a compulsão por ingerir grande quantidade de alimentos ricos em calorias é frequente, sendo seguida por vômitos induzidos. Geralmente a pessoa bulímica tem baixa autoestima e obsessão com o peso e a forma de seus corpos. Quando autoinduzem o vômito, o fazem às escondidas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Arritmias cardíacas, inflamação da garganta e glândulas salivares, sangramento do esôfago, problemas gastrintestinais, cáries e desidratação são comuns em pacientes com bulimia. Alguns pacientes podem apresentar também fadiga, desmaios, ressecamento da pele, irregularidade ou perda da menstruação, constipação, oscilações de humor e depressão.
A bulimia pode ser causada por fatores psicológicos, biológicos, familiares e culturais (como o culto ao corpo perfeito). Geralmente a pessoa que tem bulimia esconde isso dos familiares por ter vergonha de seus ataques compulsivos por comida, e julga esse comportamento como uma falta de controle próprio, o que ajuda na baixa autoestima.

A bulimia tem cura e seu tratamento consiste em medicamentos antidepressivos, hábitos alimentares saudáveis e terapia individual ou em grupo.


Paula Louredo
Graduada em Biologia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

MORAES, Paula Louredo. "Bulimia"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/doencas/bulimia.htm. Acesso em 25 de maio de 2022.

De estudante para estudante


Videoaulas


Estude agora


Argumento por confronto | Tipos de argumento para redação

O argumento por confronto é muito utilizado em debates e em discussões públicas. Contudo, ele também pode ser bem...

Pré-Enem | Ética e filosofia política

O Pré-Enem é o intensivo preparatório do Brasil Escola para o Enem. Nele nós separamos os principais temas que...