Topo
pesquisar

Miscigenação da Língua Portuguesa

Cultura

PUBLICIDADE

Antes mesmo da descoberta do território brasileiro, já se falavam cerca de 1000 línguas diferentes, decorrentes da diversidade indígena existente. Após o descobrimento do Brasil, estabeleceram a língua geral derivada do tupinambá para que os índios e brancos se comunicassem.

Quando o território passou a ser povoado por portugueses, houve uma grande confusão gerada pelo bilinguismo e a partir daí o português se fez predominante no país com data de 1758, em substituição à língua geral.

A língua portuguesa é originada do latim vulgar que também se caracteriza como uma língua neolatina, que no período colonial passou a ser influenciada pelas línguas africanas trazidas pelos escravos, como é o caso do quicongo, quimbundo, fon, ioruba e outras que passaram a ser usadas por pessoas que viviam em contato com os negros. Palavras de origem africana como fubá, moleque, bunda, jabé, cachimbo, acarajá foram incorporadas no vocabulário brasileiro.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Após a independência do Brasil, houve uma grande imigração da Itália e Alemanha para o país, o que contribuiu com a diversificação de dialetos em diferentes regiões do país. Dessa forma, não é correto pensar que a língua pronunciada no Brasil é de origem portuguesa somente, pois possui influência indígena, portuguesa, africana, italiana, alemã e tantas outras aqui não citadas.

Hoje, é fácil miscigenar a língua brasileira, pois com a constante presença de turistas de todas as partes e residentes de outras nacionalidades, faz-se uma nova língua a cada dia.

Por Gabriela Cabral
Equipe Brasil Escola

Cultura - Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DANTAS, Gabriela Cabral da Silva. "Miscigenação da Língua Portuguesa"; Brasil Escola. Disponível em <https://brasilescola.uol.com.br/cultura/miscigenacao-lingua-portuguesa.htm>. Acesso em 15 de outubro de 2018.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola