Fundo Menu
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Reflorestamento com Eucalipto no Brasil

Apesar das críticas, o reflorestamento com eucalipto fornece matéria-prima que seria retirada de florestas naturais.

Os eucaliptos são de crescimento rápido, de alta rotatividade natural e comercial, possuindo diversas aplicações e utilidades.
Os eucaliptos são de crescimento rápido, de alta rotatividade natural e comercial, possuindo diversas aplicações e utilidades.
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

As questões relacionadas à preservação do meio ambiente vêm se tornando uma preocupação crescente na sociedade mundial desde pelo menos a década de 1970, com a intensificação dos debates internacionais sobre essas questões. Essa tomada de consciência está ligada à constatação de que o homem depende intimamente de um ambiente saudável que garanta condições adequadas à manutenção da vida em diversos níveis no presente e no futuro.

No começo do século XX, o Serviço Florestal empreendido pela Companhia Paulista de Estradas de Ferro (CPEF) – que foi um dos primeiros projetos de reflorestamento desenvolvidos no Brasil – encarregou o cientista/agrônomo Edmundo Navarro de Andrade a pesquisar qual a espécie vegetal que melhor se adaptaria ao meio ambiente e às exigências da empresa, visando dar provisão às suas necessidades de combustível – para mover as locomotivas – e também de dormentes para o assentamento de trilhos ao longo de suas linhas férreas.

Como o avanço do café estava acabando com as reservas florestais e com a madeira necessária às locomotivas, além das vias permanentes estarem ficando cada vez mais distantes, o reflorestamento tornou-se relevante. Diante disso, o engenheiro agrônomo Edmundo Navarro de Andrade iniciou o cultivo de eucalipto, em 1903, em Jundiaí, seguido de outros projetos, os quais resultaram em Hortos Florestais, como os de Aimorés, em Bauru; Bebedouro, Bela Vista, em Iperó; Boa Sorte, em Restinga; Brasília, em Cabrália; Córrego Rico, em Jaboticabal; Descalvado, Camaquã, em Ipeúna; Guarani, em Pradópolis; Loreto, em Araras; São Carlos, Sumaré, Mogi Mirim, Tatu, em Limeira; e Rio Claro.

As pesquisas de Navarro no Serviço Florestal dessa empresa particular tornaram-se bastante conhecidas já em sua época, em virtude da grande eficiência e valor de seus resultados. De fato, Navarro tornou-se uma personalidade bastante conhecida nacional e internacionalmente. Acumulou diversas homenagens no Brasil e no exterior, graças às suas pesquisas de aclimatação e utilidade de Eucalyptos (gênero vegetal que escolheu como sendo o melhor para a finalidade de seu trabalho), tornou-se membro da Academia Paulista de Letras em 1939, secretário dos Negócios da Agricultura, Indústria e Comércio do Governo de São Paulo em 1930, entre outros cargos importantes. Publicou mais de uma dezena de livros sobre seus estudos – que se fossem traduzidos do Português, fariam dele a maior autoridade em eucaliptos no mundo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O Brasil possui atualmente cerca de 6 milhões de hectares em área reflorestada com eucaliptos que são destinadas à produção de carvão vegetal para a indústria siderúrgica e de ferroligas, para produção de celulose, papel, painéis de madeira e outros subprodutos, como tecido sintético, cápsulas de remédios, produtos de limpeza, alimentos, perfumes e medicamentos. Em uma proteção racional às florestas nativas, cresce a cada dia o uso da madeira sólida proveniente dessas plantações florestais. Embora muitas vezes criticadas pela opinião pública como uma ameaça às florestas naturais, as florestas plantadas de Eucalyptus e Pinus cumprem, na verdade, um papel de compensação, fornecendo a matéria-prima que de outra forma seria obtida das florestas naturais. Além disso, os eucaliptos são árvores de crescimento rápido, de alta rotatividade natural e comercial, pois possuem diversas aplicações e utilidades, assim como já havia notado Navarro de Andrade anteriormente.

Em um país que fez e ainda faz pouco caso com as suas florestas naturais, o trabalho de uma empresa particular para sanar suas necessidades foi de um exemplo sem igual no Brasil e merece sua atenção e pesquisas históricas.

Por Amilson Barbosa
Colunista Brasil Escola

 

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DANTAS, Tiago. "Reflorestamento com Eucalipto no Brasil"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/brasil/o-reflorestamento-com-eucalipto-no-brasil.htm. Acesso em 30 de junho de 2022.

De estudante para estudante


PUBLICIDADE

Estude agora


Mistura de soluções de solutos diferentes que reagem entre si

Os casos mais comuns de mistura de soluções de solutos diferentes que reagem entre si ocorrem quando juntamos...

Apartheid | África do Sul

Assista a nossa videoaula para entender o que foi o Apartheid na África do Sul (1948-1994). Confira também no...