Topo
pesquisar

Diatomito

Biologia

O diatomito é uma substância leve e porosa formada pelo acúmulo de frústulas de diatomáceas.
O diatomito é formado por valvas de diatomáceas
O diatomito é formado por valvas de diatomáceas
PUBLICIDADE

As diatomáceas são algas unicelulares, fotossintetizantes, encontradas em água doce e salgada de maneira solitária ou formando colônias. São muito importantes na composição do fitoplâncton, constituindo assim a base da cadeia alimentar. Seus pigmentos são principalmente amarelos a castanhos, localizados no interior dos cromoplastos.

Acredita-se que as diatomáceas tenham surgido no planeta no período Cretáceo, onde se encontra uma grande diversidade no registro fóssil. É interessante de se notar que muitas espécies atuais ainda se assemelham às formas encontradas nos registros fósseis. Isso mostra o sucesso dessas espécies.

As diatomáceas apresentam um revestimento em seu corpo chamado de frústula, uma carapaça formada por sílica. Ela é constituída por duas valvas que se assemelham a uma placa de Petri. A valva maior recebe o nome de epivalva, enquanto a menor é denominada hipovalva.

As frústulas das diatomáceas podem se acumular no fundo dos rios, lagos e mares e formar o chamado diatomito, também conhecido por terra de diatomáceas. Podemos defini-lo como uma rocha sedimentar formada por carapaças de diatomáceas que viveram naquele local. O diatomito é uma substância fina e muito porosa e se calcula que cada grama contém, em média, 400 milhões de valvas.

Os diatomitos podem ser encontrados em regiões de água doce e salgada. Entretanto, percebe-se que no ambiente marinho eles apresentam maior espessura. A coloração dos diatomitos pode variar, sendo que quanto maior a presença de substâncias orgânicas, mais escura é sua cor.

É comum encontrar com os diatomitos o chamado espongilito. Esse material é formado principalmente por espículas de esponjas, o que causa coceira e irritação quando em contato com pele. O espongilito é usado principalmente na fabricação de cerâmicas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

No nosso país os diatomitos são encontrados principalmente na região nordeste, entretanto pode ser encontrado em outras regiões do território nacional. Sua idade é variada, podendo ser encontrados diatomitos do período Cretáceo, Terciário e Quartenário. Vale destacar que as principais jazidas datam do Terciário tardio.

Os diatomitos são muito usados na indústria. Na Califórnia (EUA), por exemplo, são utilizadas cerca de 270 mil toneladas de diatomito por ano. Veja abaixo algumas de suas aplicações:

- Filtros;

- Isolante térmico;

- Isolante acústico;

- Inseticida;

- Corantes;

- Vernizes;

- Solventes;

- Catalisadores industriais.


Por Vanessa dos Santos
Graduada em Biologia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Diatomito"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biologia/diatomito.htm. Acesso em 20 de julho de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola