Coma

Biologia

O coma é um estado de total inconsciência em que o paciente não consegue abrir os olhos, não pode ser despertado e não responde a nenhum estímulo interno ou externo.
PUBLICIDADE

Em estado normal, o ser humano é capaz de reconhecer a si mesmo e perceber os diversos estímulos que existem em sua volta. Essa capacidade de reconhecimento é conhecida como consciência e pode ser alterada em diversos níveis.

Coma

O coma nada mais é do que uma alteração no nível de consciência em que o indivíduo perde sua capacidade de reconhecer a si mesmo e o ambiente. Pessoas em coma não abrem os olhos, não respondem a nenhum estímulo externo e não podem ser despertadas. Estima-se que o metabolismo cerebral de uma pessoa nessas condições diminua em 50%.

Para diferenciar o coma de uma perda de consciência transitória, como um desmaio, deve-se observar a inconsciência por mais de uma hora. Geralmente o coma é reversível, e os pacientes tendem a recuperar sua percepção de mundo e de si mesmo após algumas semanas.

Entretanto, o estado de coma também pode evoluir para óbito ou para um estado vegetativo, ou seja, um despertar inconsciente. Quanto mais dias um paciente permanece em coma profundo, maiores são as chances de permanecer em estado vegetativo.

As principais causas do coma são:

  • Traumatismos

  • Intoxicações

  • Tumores

  • Processos vasculares

  • Processos infecciosos


Escala de Coma de Glasgow

A Escala de Coma de Glasgow (ECGl) é a mais utilizada para avaliar o nível de consciência de um indivíduo. Nessa escala, o paciente é avaliado em três parâmetros: abertura ocular (escore de 1 a 4), reação motora (escore de 1 a 6) e resposta verbal (escore de 1 a 5). Os escores totais podem variar de 3 a 15, sendo 3 o menor escore e compatível com morte encefálica. Pacientes com escores inferiores a 8 são considerados em coma, e o escore 15 indica um nível normal de consciência.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Vale destacar que, apesar de sua importância, a ECGl possui certas limitações. Pacientes imobilizados e traqueostomizados, por exemplo, podem ter o resultado do teste alterado.

Coma é a mesma coisa que morte encefálica?

Coma e morte encefálica são dois conceitos distintos. A morte encefálica ocorre quando o encéfalo sofre um dano irrecuperável. Nesse caso, todas as funções do encéfalo param, e o paciente está em parada respiratória. O paciente só mantém alguns órgãos em funcionamento em virtude da ajuda de aparelhos, uma vez que a não oxigenação causaria a parada cardíaca em pouco tempo.

A diferença entre a morte encefálica e o coma é que esse último é um estado reversível. Mesmo com todos os procedimentos hoje existentes, o paciente com morte encefálica terá uma parada cardíaca. Em razão da certeza de morte, é permitido desligar os aparelhos em casos de morte encefálica.

Por Ma. Vanessa dos Santos

O coma é um estado de inconsciência em que a pessoa não consegue responder a estímulos
O coma é um estado de inconsciência em que a pessoa não consegue responder a estímulos

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Coma"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biologia/coma.htm. Acesso em 27 de setembro de 2020.