Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Classificação dos ambientes marinhos

Zonas que compreendem o ambiente marinho
Zonas que compreendem o ambiente marinho
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

O ecossistema aquático marinho pode ser classificado segundo critérios que envolvem a penetração da luminosidade e a estratificação de nineis na coluna de água.

- Quanto à gradação de luz, o ambiente marinho de divide em: zona eufótica e zona afótica:

Zona eufótica → compreende a região na qual a incidência luminosa consegue penetrar na coluna de água, geralmente compreendendo cerca de 200 metros de profundidade, de acordo com a turbidez (tonalidade da água em consequência da saturação de partículas em suspensão). Corresponde à faixa com considerável concentração de organismos, entre os quais, micro-organismos fotossintetizantes (autotróficos).

Zona afótica → representa a região marinha que não recebe qualquer interferência da incidência luminosa. Os organismos (heterotróficos) que habitam esta faixa dependem da disponibilidade de oxigênio e matéria orgânica absorvida, respectivamente dissolvida e percolada (decantada) da zona eufótica.

- Quanto à profundidade, o ambiente marinho de divide em: zona litorânea, zona nerítica, zona abatial e zona abissal.

Zona litorânea → limite existente entre o nível das marés (alta e baixa).

Zona nerítica → região que atinge, aproximadamente, 200 metros de profundidade, estendendo-se cerca de 50 a 60 km da margem litorânea. Representa o limite com maior biomassa e produtividade aquática, abrigando um grande número de organismos.

Zona abatial → localizada abaixo da zona nerítica, situa-se entre 200 a 2000 metros de profundidade.

Zona abissal → ambiente marinho mais profundo, situada entre 2000 metros de profundidade e o substrato oceânico, sendo uma região totalmente afótica (sem luz), onde habitam poucas formas de vida.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por Krukemberghe Fonseca
Graduado em Biologia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

RIBEIRO, Krukemberghe Divino Kirk da Fonseca. "Classificação dos ambientes marinhos"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biologia/classificacao-dos-ambientes-marinhos.htm. Acesso em 15 de abril de 2024.

De estudante para estudante


Lista de exercícios


Exercício 1

O ambiente marinho pode ser classificado com relação à penetração de luz solar. Marque a alternativa que indica a região, entre aquelas que obedecem à classificação em torno da penetração de luz, em que são encontrados apenas animais carnívoros.

a) Região litorânea.

b) Região eufótica.

c) Região afótica.

d) Região abissal.

e) Região continental.

Exercício 2

O ambiente marinho pode ser classificado de acordo com a quantidade de luminosidade. Analise as alternativas a seguir e marque aquela que indica uma região rica em luz solar e que permite a sobrevivência de organismos fotossintetizantes.

a) Região nerítica.

b) Região eufótica.

c) Região afótica.

d) Região abissal.

e) Região abatial.