Aposematismo

Biologia

PUBLICIDADE

Aposematismo, ou sinal de advertência aos predadores, é uma característica adaptativa utilizada por animais e alguns vegetais como mecanismo natural, revelando através de cores vivas e acentuadas pelo corpo o seu potencial de defesa por meio de peçonha ou substâncias nocivas sintetizadas e secretadas pelas presas, inalando ou exalando “veneno” quando em situação de perigo.

Entre as cores, as que mais se destacam são: a vermelha, a amarela, a verde, a azul e a preta juntamente ao branco, recobrindo a superfície corporal de um animal de forma uniforme com apenas uma destas cores, ou formando variações a partir de combinações entre elas:

- Vermelho, preto e amarelo
- Vermelho e amarelo
- Vermelho e preto
- Preto e branco

Uma presa com este recurso causa alerta ao seu predador, que até mesmo desiste de um provável ataque. Evolutivamente os organismos predadores passaram a evitar esses animais, identificando os riscos provocados quando os ingeriam, tendo que regurgitá-los.

O caso mais representativo pode ser evidenciado pelo padrão de coloração da cobra-coral verdadeira (Gênero Micrurus), e também copiado (mimetização) pelas cobras-corais falsas, que aproveitam desta circunstância para escaparem dos predadores.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por krukemberghe Fonseca
Graduado em Biologia
Equipe Brasil Escola

Ecologia - Biologia - Brasil Escola

A indicação de perigo, sinalizada pela cor dos animais
A indicação de perigo, sinalizada pela cor dos animais

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

RIBEIRO, Krukemberghe Divino Kirk da Fonseca. "Aposematismo"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biologia/aposematismo.htm. Acesso em 28 de outubro de 2020.