Topo
pesquisar

Rudolf Carl Virchow

Biografia

PUBLICIDADE

Médico patologista, arqueólogo, antropólogo e político germânico que nasceu em Schivelbein, Pomerania, Prússia, hoje Swidwin, Polônia, conhecido como o criador da patologia celular e criador do conceito de Epidemiologia Social. Formado e doutorado em medicina pela Universidade de Berlim (1843), trabalhou como residente no Charité Hospital (1843-1845) nessa cidade, onde estudou histologia patológica e descreveu um dos primeiros casos de leucemia conhecidos. Pesquisando uma epidemia de febre tifóide na Alta Silésia, contrariou a medicina oficial ao atribuir a ocorrência do problema à deficiência das condições de higiene em que viviam as camadas mais pobres da população. Passou a lecturer da universidade local (1847) e, como professor de anatomia patológica (1848-1849), foi demitido acusado de atividades revolucionárias contra o governo prussiano.

Convidado para a escola de medicina de Würzburg, para ocupar a cátedra de anatomia patológica, ali desenvolveu brilhante trabalho docente, ao mesmo tempo que empreendeu pesquisas em que investigava as causas das doenças, com ênfase na reprodução celular. Retornou a Berlim (1856) e assumiu como professor, criando a cátedra de anatomia patológica, e fundou e dirigiu o instituto patológico da universidade, o Instituto e Museu Patológico de Berlim, onde trabalhou durante o resto da vida, dedicou grande parte de seu tempo à melhoria da saúde comunitária, nessa cidade.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Foi o primeiro a demonstrar que células doentes derivavam da células saudáveis de tecido normal, contudo, não aceitou a teoria de Louis Pasteur (1822-1895) de que as doenças seriam provocadas por germes. Com a idéia de que toda célula deriva de outra célula, afirmou que as doenças se transmitiam não entre órgãos e tecidos, mas principalmente através de suas células individuais. Também foi atuante nos campos da bacteriologia e da antropologia e, atraído pela arqueologia, viajou com Heinrich Schliemann (1822-1890) , descobridor de Tróia, ao sítio onde existiu essa cidade. Tornou-se mundialmente conhecido por seu texto Cellular Pathology as Based on Histology (1850, trans. 1860).

Também realizou extensivas pesquisas nos campos da arqueologia e antropologia, produzindo numerosos escritos, entre eles Crania Ethnica Americana (1892). Membro de várias sociedades científicas também escreveu sobre questões políticas e sociais. Na política elegeu-se (1859) para a câmara berlinense e para o Parlamento prussiano, e foi influente na política alemã (1880-1893) quando, como um Liberal do partido Reichstag, fez sistemática oposição ao chanceler Otto von Bismarck (1815-1898) e morreu em Berlim.

The VIRTUAL LABORATORY / MAX PLANCK INSTITUTE
http://vlp.mpiwg-berlin.mpg.de/people/

Fonte: Biografias - Unidade Acadêmica de Engenharia Civil / UFCG

Ordem R - Biografia - Brasil Escola

Criador do conceito de Epidemiologia Social
Criador do conceito de Epidemiologia Social

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

PERCíLIA, Eliene. "Rudolf Carl Virchow"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biografia/rudolf-carl-virchow.htm. Acesso em 18 de outubro de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola