Topo
pesquisar

Coruja buraqueira (Speotyto cunicularia)

Animais

PUBLICIDADE

Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Aves
Ordem Strigiformes
Família Strigidae
Gênero Speotyto
Espécie Speotyto cunicularia


As corujas pertencem à Ordem Strigiformes, e estão divididas em duas famílias: Strigidae e Tytonidae. Com aproximadamente 125 representantes em todo o mundo, dezoito são encontradas em território nacional. Uma delas é a Speotyto cunicularia, ou coruja buraqueira, como é conhecida popularmente.

Esta coruja tem tamanho de aproximadamente 23 centímetros, sendo a fêmea um pouco menor e mais escura que o macho. Ambos possuem cabeça redonda, olhos amarelos e coloração que varia entre marrom e ferrugem. Possuem excelente audição e, apesar de terem um campo visual limitado, conseguem girar suas cabeças em um ângulo de 270 graus. Tais adaptações permitem com que, de forma eficiente, capturem suas presas: insetos, pequenos roedores, anfíbios e aves menores.

É uma espécie bastante conhecida - talvez pelo fato de que seja a única que tenha hábitos diurnos, o que facilita sua visualização. Neste período do dia, permanece em seu abrigo ou sobre cupinzeiros, estacas, fios e tocos de árvores. É bastante ativa à noite, principalmente durante o crepúsculo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Os abrigos são buracos ou tocas abandonadas de outros animais ou, em casos mais raros, construções feitas pelas próprias corujas, com auxílio de seus bicos e suas longas patas dotadas de garras. Por ser uma espécie monogâmica, este espaço é geralmente ocupado por um casal, e é também nele onde a fêmea depositará seus aproximados cinco ovos. Quando estes eclodem, o macho dá assistência aos filhotes, por um período médio de dois meses, dando comida e protegendo o ninho de invasores em potencial, sendo bastante agressivo nestes casos.

O período reprodutivo tem início entre março e abril.

Devido à destruição de habitats, a sobrevivência desta espécie tem sido consideravelmente ameaçada.

Por Mariana Araguaia
Graduada em Biologia

A coruja buraqueira tem hábitos também diurnos
A coruja buraqueira tem hábitos também diurnos

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

ARAGUAIA, Mariana. "Coruja buraqueira (Speotyto cunicularia)"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/animais/coruja.htm. Acesso em 13 de outubro de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola