Topo
pesquisar

Araponga (Gênero Procnias)

Animais

PUBLICIDADE

Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Aves
Ordem Passeriformes
Família Cotingidae
Gênero Procnias

Araponga é o nome dado a aves do Gênero Procnias. A característica principal deste animal é o canto alto e estridente, com timbres metálicos e som semelhante ao martelar do ferreiro na bigorna (ouça neste vídeo). Possuem médio porte, geralmente não atingindo os trinta centímetros. Alimentam-se de frutos.

Tais animais atingem a idade adulta cerca de dois anos após seu nascimento. Machos se tornam bastante territoriais e atraem fêmeas com suas belas plumagens e seus cantos. Há ritual de acasalamento, antes do ato propriamente dito. A cada estação reprodutiva, que ocorre ao final do ano, a fêmea libera dois ovos; e os filhotes nascem em cerca de 30 dias. Somente elas constroem ninhos, e são também as únicas responsáveis pelos cuidados iniciais à sua prole. A expectativa média de vida é de doze anos.

Esse Gênero abriga quatro espécies, sendo três encontradas no Brasil:
 

- Araponga-da-amazônia (Procnias albus), encontrada na Guiana Francesa, Guiana, Suriname, Venezuela, Trinidad e Tobago e Brasil (no Amazonas, na região do Rio Negro). Status de conservação, segundo a União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN): risco mínimo de extinção (least concern, LC).
 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

 


- Araponga-do-nordeste (Procnias averano), encontrada na Colômbia, Guiana, Venezuela, Trinidad e Tobago e Brasil (em Roraima e no Nordeste). Status de conservação, segundo a IUCN: risco mínimo de extinção (least concern, LC).
 

 


- Araponga-comum, ou ferreiro (Procnias nudicollis), encontrada na Argentina, Paraguai e Brasil (nas matas litorâneas da Bahia até o Rio Grande do Sul). Status de conservação, segundo a IUCN: vulnerável (LC).
 

 


- Araponga-do-nicarágua (Procnias tricarunculata), encontrada na Costa Rica, Honduras, Nicarágua e Panamá. Status de conservação, segundo a IUCN: vulnerável (LC).
 

 

CURIOSIDADES:

Os machos dessas espécies vocalizam em um galho mais alto da árvore em que vivem, e se reproduzem em outro, mais baixo; defendendo arduamente tais territórios.

A captura ilegal, em razão da beleza e canto dos pássaros, e a destruição de habitats são os principais fatores que prejudicam as populações de arapongas.

Tais animais são excelentes disseminadores de sementes, liberando-as juntamente com as fezes, após alimentarem-se dos frutos.

Por Mariana Araguaia
Graduada em Biologia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

ARAGUAIA, Mariana. "Araponga (Gênero Procnias)"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/animais/araponga.htm. Acesso em 15 de outubro de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola