Topo
pesquisar

Graphicolor: o novo aliado dos pequenos em fase de alfabetização

Educação

PUBLICIDADE

Por que escrever colorido?

Importantes no processo de aprendizagem, as cores contribuem, e muito, para crianças em fase de alfabetização. A variação constante de tons estimula a atenção seletiva, melhorando a percepção e memória dos estudantes, além de potencializar o desenvolvimento de habilidades cognitivas e emocionais.

Mas escrever colorido e poder apagar?

Segundo a psicopedagoga Mariana Megale, outro fator importante para o aprendizado, especialmente nessa faixa etária, é o erro. A oportunidade de poder apagar e refazer algo traz novas descobertas, trabalha a autoestima e dá mais autonomia aos pequenos ao mesmo tempo.

“A possibilidade de apagar permite uma nova relação com o erro”.

Psicopedagoga Mariana Megale

Além disso, errar é exercitar a criatividade! Quando estimulada a encontrar outra solução para um mesmo desafio, a mente da criança precisa se soltar para se superar, fazendo com que ela revisite o caminho percorrido e sugira novas alternativas. Nesse processo, ela também desenvolve empatia e coloca-se no lugar do outro.

O lançamento

Entendendo esse contexto e com a ajuda de educadores e profissionais da área, a marca desenvolveu o Graphicolor, o novo lápis de escrever colorido que apaga – ideal para disciplinas e atividades diversas, como o aprendizado de letras, operações matemáticas, registro de mapas e gráficos, entre outras. Seu grande diferencial está na tecnologia exclusiva da grafite, que, mesmo colorida, é totalmente apagável.

O item é patenteado globalmente pela Faber-Castell e está disponível nas cores azul, rosa, vermelho e verde.

Para todas as idades

A novidade, apesar de pensada especialmente para crianças em fase de alfabetização, conquista ainda jovens e amantes de itens de papelaria graças ao seu conceito versátil. Os consumidores terão agora funções que antes eram desempenhadas por outros produtos, como destacar e marcar. A diferença é que, por ser apagável com borracha, Graphicolor pode ser aplicado em livros, partituras musicais, esboços, entre outros. Tudo isso sem comprometer a durabilidade do material!

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Dicas de uso

  • Memorização

Que tal trabalhar o conceito de unidade, dezena e centena? Estudantes que aprendem por abordagens visuais passam a ter acesso a compreensões novas e profundas.

Carregando...

Usar as cores diferentes para representar opostos também é uma forma de entender o antônimo:

QuenteFrio

PertoLonge

RápidoDevagar

Dentro - Fora

  • Marcações

Sublinhar ou circular palavras e frases importantes de um texto é uma forma de chamar a atenção para os conceitos mais importantes e auxilia na memorização.

  • Anotações

Ajuda a fixar o conhecimento adquirido durante a leitura e a possibilidade de apagar preserva os livros literários e didáticos.

No site do produto, você encontra mais dicas e pode fazer ainda o download de materiais de apoio gratuitamente. Acesse: www.graphicolorfaber-castell.com.br

Graphicolor, escrever nunca foi tão colorido!

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

CAMPOS, Lorraine Vilela. "Graphicolor: o novo aliado dos pequenos em fase de alfabetização"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/educacao/graphicolor-novo-aliado-dos-pequenos-fase-alfabetizacao.htm. Acesso em 20 de novembro de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola