Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Samuel Butler

Samuel Butler, criticava o puritanismo
Samuel Butler, criticava o puritanismo
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Novelista e satirista britânico nascido em Langar, Nottinghamshire, que com suas críticas ferinas ao puritanismo, influenciou fortemente a reação antivitoriana. Filho e neto de clérigos, estudou em Cambridge, e se bacharelou com distinção (1858). Para fugir dos desejos da família que queriam no clero, emigrou para a Nova Zelândia, onde passou a criar carneiros e onde conheceu A origem das espécies, de Darwin, que o empolgou. Durante os 25 anos seguintes, concentrou-se nos temas da religião e da evolução.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Retornou à Inglaterra (1864), onde se devotou a uma grande variedade de interesses, incluindo artes, musica, biologia e literatura. Estudou pintura durante alguns anos e realizou várias exposições na Royal Academy (1876). Posteriormente experimentou a composição musical e publicou diversas peças. Editou Erewhon (1872), recebido como a melhor obra no gênero desde Viagens de Gulliver, de Swift, e retomou ao tema em Erewhon revisited (1901).

De suas viagens à Itália resultou a obra Alps and Sanctuaries of Piedmont and the Canton Ticino (1881). Para muitos o romance autobiográfico The Way of All Flesh (1903) foi sua obra-prima. Foi saudado por George Bernard Shaw como o maior escritor britânico da segunda metade do século XIX e morreu em Londres.

Figura copiada do site THE VICTORIAN WEB

Escritor do artigo
Escrito por: Keilla Renata Costa Escritor oficial Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

COSTA, Keilla Renata. "Samuel Butler"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biografia/samuel-butler.htm. Acesso em 23 de fevereiro de 2024.

De estudante para estudante