Topo
pesquisar

Introversão e Extroversão

Psicologia

PUBLICIDADE

Entende-se por introversão a característica de um indivíduo que é voltado para si mesmo de forma que absorva informações externas, mas não as repassa com facilidade, ou seja, pensa muito antes de ter qualquer tipo de ação. Um indivíduo extrovertido é comunicativo, sociável e ainda expele para o mundo tudo o que sabe, porém tende a ser ansioso por causa da sua necessidade de comunicação.

Carl Gustav Jung, psiquiátrico suíço conhecedor dos estudos de Freud e fundador da Psicologia Analítica, caracteriza introversão como o tipo de personalidade que torna a pessoa mais observadora, que prefere manter-se sozinha com suas idéias a se expor. Ao contrário de extroversão, que caracteriza como o tipo de personalidade que torna a pessoa mais ativa, de forma a se satisfazer quando está entre pessoas, utilizando o mundo como fuga irracional.

Ainda segundo Jung, as características de introversão e extroversão podem ser alteradas de acordo com a necessidade de desempenhar determinadas funções, é notório que ninguém é totalmente introvertido ou extrovertido.

Tais características são movimentos da energia psíquica que favorece as pessoas no processo de autoconhecimento. Essa é a manifestação de experiências vividas que contribuem para o desenvolvimento da personalidade, fazendo então com que as pessoas tenham certas preferências que induzem para a personalidade introvertida ou extrovertida. Porém, há sempre conexões entre o mundo interno e o externo, o que confirma que o ego pode ser alterado se houver necessidade.

Por Gabriela Cabral

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DANTAS, Gabriela Cabral Da Silva. "Introversão e Extroversão"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/psicologia/introversao-extroversao.htm>. Acesso em 25 de agosto de 2016.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA