Topo
pesquisar

James Webb, o sucessor de Hubble

Física

Telescópio Espacial James Webb
Telescópio Espacial James Webb
PUBLICIDADE

O primeiro cientista a ter a ideia de construir um telescópio espacial foi o alemão Herman Oberth, engenheiro de mísseis. Sua ideia partiu do princípio de que um telescópio localizado fora da atmosfera terrestre seria mais vantajoso, uma vez que o vapor de água, as correntes de ar e a poeira distorcem os frágeis raios luminosos provindos de estrelas, ou seja, a atmosfera impede uma observação clara do Universo.

O telescópio Hubble (nome dado em homenagem ao astrônomo norte-americano Edwin Hubble) foi construído entre as décadas de 70 e 80, entrando em funcionamento em 1990. Inicialmente, o telescópio apresentou alguns defeitos, primeiro em um dos braços mecânicos e logo em seguida apresentou um defeito nas imagens transferidas. Por conta de um defeito conhecido em óptica como aberração esférica, as imagens enviadas à Terra ficavam desfocadas.

A primeira missão de reparação do telescópio Hubble ocorreu no ano de 1993, que por sinal foi muito bem-sucedida. O erro de focalização foi então corrigido, passando a enviar imagens perfeitas.

Atualmente, a NASA trabalha em um projeto cujo objetivo é lançar ao espaço um telescópio que visa captar radiação infravermelha, tendo também a missão de realizar observações acerca das primeiras galáxias e estrelas do Universo.

O Telescópio Espacial James Webb (JWST) tem a intenção de substituir o Hubble pelo fato de utilizar novas tecnologias em sua construção e ter um espelho primário de captação 2,5 vezes maior que o espelho do Hubble. O JWST irá operar em uma órbita além da órbita da Lua, em um ponto chamado de ponto de Lagrange L2.

Seu lançamento, segundo a NASA, está previsto para ocorrer em 2014 e o telescópio deverá levar cerca de três meses até chegar a sua órbita final. O JWST, segundo os cientistas, foi projetado para ser o telescópio mais poderoso já construído.

Por Domiciano Marques
Graduado em Física
Equipe Brasil Escola

Mecânica - Física - Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SILVA, Domiciano Correa Marques da. "James Webb, o sucessor de Hubble"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/fisica/james-webb-sucessor-hubble.htm>. Acesso em 21 de outubro de 2017.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA