Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Itamar Franco

História do Brasil

Itamar Franco foi um político brasileiro que construiu toda a sua carreira em Minas Gerais. Tornou-se presidente do Brasil em 1992, quando ocorreu o impeachment de Collor.
Itamar Franco (primeiro de óculos, da esquerda para a direita) foi presidente do Brasil entre 1992 e 1995.[1]
Itamar Franco (primeiro de óculos, da esquerda para a direita) foi presidente do Brasil entre 1992 e 1995.[1]
PUBLICIDADE

Itamar Franco foi um importante político brasileiro que desenvolveu sua carreira política em Minas Gerais. Foi eleito senador por Minas Gerais e atuou em acontecimentos marcantes da história recente do Brasil, como a Assembleia Constituinte de 1987. Foi eleito vice-presidente em 1989, e assumiu a presidência, em 1992, com o impeachment de Collor.

Acesse também: Governo de José Sarney - o primeiro governo após a ditadura

Resumo sobre Itamar Franco

  • Itamar Franco nasceu em alto-mar, foi registrado na Bahia, mas cresceu em Minas Gerais.

  • Seu primeiro cargo na política foi como prefeito de Juiz de Fora.

  • Defendeu a emenda Dante de Oliveira e atuou na Assembleia Constituinte de 1987.

  • Foi eleito vice-presidente na eleição de 1989.

  • Tornou-se presidente, no final de 1992, depois do impeachment de Collor.

Nascimento de Itamar Franco

Itamar Augusto Cautiero Franco nasceu em 28 de junho de 1930. A respeito de seu nascimento, as informações podem se desencontrar, pois ele nasceu em alto-mar, quando sua mãe fazia uma viagem de navio do Rio de Janeiro a Salvador. No entanto, seu registro de nascimento foi feito em Salvador, no mesmo dia em que ele nasceu.

Além disso, há certa divergência acerca do ano de nascimento do ex-presidente, pois alguns registros afirmam que em foi 1929, e outros que em foi 1931, mas a informação mais aceita é a de que ele nasceu em 1930. Seu pai, Augusto César Franco, faleceu alguns meses antes do seu nascimento.

Itália Cautiero Franco, sua mãe, criou-o em Juiz de Fora, cidade do interior de Minas Gerais. Foi nessa cidade mineira que Itamar Franco formou-se, realizando os cursos primário e secundário entre os anos de 1935 e 1948. Ainda em Juiz de Fora, Itamar formou-se engenheiro, concluindo seu curso na Escola de Engenharia de Juiz de Fora, em 1954.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Carreira política de Itamar Franco

Itamar Franco deu início a sua carreira política em 1954, mesmo ano em que ele finalizou sua graduação. Sua primeira experiência política foi como vereador de Juiz de Fora, concorrendo pelo Partido Trabalhista Brasileiro, o PTB. Itamar Franco não conseguiu eleger-se. Em 1960, ele concorreu à prefeitura da mesma cidade, mas também foi derrotado.

Foi só no período da Ditadura Militar é que sua carreira decolou. Ele se filiou ao Movimento Democrático Brasileiro, o MDB, e conseguiu se eleger prefeito de Juiz de Fora, em dois mandatos. Ao todo, Itamar Franco ocupou a prefeitura de Juiz de Fora de 1967 a 1974, mas deixou a posição para concorrer a novos cargos.

Em 1974 ele concorreu ao Senado pelo MDB, conseguindo o cargo e sendo um dos 16 senadores que seu partido elegeu naquele ano. No Senado, Itamar Franco fazia parte da frente de políticos que defendiam o retorno da democracia ao país. Defendeu uma mudança para o parlamentarismo, e, na eleição presidencial de 1978, apoiou Euler Bentes, candidato derrotado por João Figueiredo.

A abertura democrática do país fez com que o MDB se convertesse em PMDB, Partido do Movimento Democrático Brasileiro. Em 1982, ele foi reeleito ao Senado pelo PMDB, mas, a partir daí, perdeu força no interior do partido. Isso aconteceu porque ele era um defensor das Diretas Já.

No PMDB havia muitos que não apoiavam a emenda porque apoiavam uma possível candidatura à presidência de Tancredo Neves pelo voto indireto. O desentendimento entre Itamar Franco e membros do partido enfraqueceu a possibilidade de escolhê-lo como candidato ao governo de Minas Gerais.

Esse enfraquecimento abriu a possibilidade para que Newton Cardoso fosse indicado como candidato do partido. Então, Itamar Franco abandonou o PMDB e filiou-se ao Partido Liberal, o PL. Na disputa pelo governo, ele foi derrotado pelo próprio Newton Cardoso por uma diferença muito pequena. Nessa eleição, a votação se encerrou da seguinte maneira:

  1. Newton Cardoso: 47,12%

  2. Itamar Franco: 42,21%

Acesse também: Fernando Henrique Cardoso – um dos políticos mais tradicionais do século XX

Atuação de Itamar Franco na Assembleia Constituinte de 1987

Depois que foi derrotado na disputa pelo governo de Minas Gerais, Itamar Franco retomou seu cargo de senador e atuou em um dos momentos mais importantes da história recente do Brasil. Ele foi um dos constituintes na elaboração da Constituição de 1988, apoiando medidas como:

  • Direito de voto aos 16 anos;

  • Nacionalização do subsolo do país;

  • Rompimento das relações diplomáticas com países que promovessem segregação racial;

  • Reforma Agrária.

Caso tenha maior interesse no tema deste tópico, leia: Assembleia Constituinte de 1987.

Participação de Itamar Franco no governo Collor

Em 1989, Itamar Franco recebeu um convite que promoveu uma grande reviravolta em sua carreira política. Fernando Collor, candidato à presidência pelo inexpressivo Partido da Reconstrução Nacional (PRN), chamou-o para compor sua chapa como vice. Itamar aceitou o convite e, para tanto, precisou se desfiliar do PL para filiar-se ao PRN.

A escolha de Itamar Franco cumpria dois papéis muito importantes para Fernando Collor, pois o ajudaria a conquistar votos em Minas Gerais, uma das zonas eleitorais mais importantes do país. Além disso, um político de caráter estatizante, como Itamar Franco, diminuiria um pouco as desconfianças sobre Collor, um político abertamente liberal.

Collor e Itamar saíram vitoriosos nessa eleição, obtendo 53% dos votos no segundo turno. Uma vez empossados, eles nunca se entenderam inteiramente, e a relação entre presidente e vice ficou ruim ao ponto de Itamar Franco romper com o PRN. É importante lembrar que esse desencontro era fruto das diferenças ideológicas entre os dois. Para saber mais sobre esse período polêmico da história da democracia brasileira, leia: Governo Collor.

Governo Itamar Franco

Em 1992, Itamar Franco tornou-se presidente do Brasil após denúncias de corrupção terem feito Fernando Collor ser investigado. Dentro do Congresso Nacional, muitos passaram a defender o afastamento de Collor e a nomeação de Itamar Franco em seu lugar. Em 2 de outubro de 1992, Collor foi afastado da presidência.

Com isso, Itamar Franco tornou-se presidente interino do Brasil e seguiu assim até o dia 29 de setembro de 1992, quando Collor sofreu impeachment. A partir daí, Itamar era o presidente de fato do Brasil. Seu governo tinha um grande problema a resolver e que se arrastava desde a década de 1980: a inflação.

Apesar de um fracasso inicial, Itamar entregou o Ministério da Fazenda nas mãos de Fernando Henrique Cardoso, dando liberdade para que ele e sua equipe montassem um plano de reestruturação da economia brasileira: o Plano Real. Por meio desse plano, a economia brasileira foi estabilizada e a inflação caiu assim que ele foi inaugurado, em 1994. Para saber mais sobre o tema deste tópico, leia nosso texto: Governo Itamar Franco.

Últimos anos de Itamar Franco

Depois da presidência, Itamar Franco não abandonou a política. Entre 1995 e 1996, ele assumiu o posto de embaixador do Brasil em Portugal. Em 1998, ele concorreu ao governo de Minas Gerais pelo PMDB, e venceu no segundo turno ao obter mais de 57% dos votos. Dessa vez, seguindo apenas um mandato.

Em 2010, Itamar Franco concorreu novamente ao cargo de senador por Minas Gerais, e conseguiu eleger-se ao obter quase 27% dos votos. Ele ficou poucos meses na função, pois faleceu em 2 de julho de 2011, vítima de leucemia. A vaga deixada por ele foi ocupada por Zezé Perrella.

Créditos da imagem

[1] FGV/CPDOC

 

Por Daniel Neves Silva
Professor de História

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SILVA, Daniel Neves. "Itamar Franco"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/historiab/itamar-franco.htm. Acesso em 17 de setembro de 2021.

Artigos Relacionados
Clique e acesse este texto para saber um pouco mais sobre a Ditadura Militar, um período ditatorial de nossa história republicana que se estendeu por 21 anos.
Clique e saiba mais sobre a vida de Fernando Henrique Cardoso. Entenda seus primeiros passos enquanto professor universitário e entenda como chegou à presidência.
Acesse e veja detalhes a respeito do governo Collor. Entenda como o político alagoano venceu as eleições e veja os principais acontecimentos desse governo.
Veja aqui como Fernando Henrique Cardoso governou o Brasil por dois mandatos e implantou a política neoliberal: privatizações das estatais.
Clique e conheça um pouco sobre o Plano Real, um dos maiores planos de estabilização econômica do Brasil. Entenda seu contexto de lançamento e suas consequências.
Acesse e saiba mais sobre a vida de um personagem importante da história brasileira. Conheça os principais detalhes da vida política de Tancredo Neves.