Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Hemorroidas

Hemorroidas podem provocar sintomas como sangramento anal, dor e coceira. Podem ser tratadas, em casos mais leves, com mudanças nos hábitos alimentares.

Ilustração em 3d de hemorroidas
As hemorroidas são veias dilatadas que podem provocar, entre outros sintomas, sangramento anal.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Hemorroidas são veias dilatadas presentes na região do ânus que podem inchar e inflamar, desencadeando um problema chamado doença hemorroidária. Devido à popularização do termo hemorroidas para se referir à doença, seguiremos essa concepção durante o texto.

As hemorroidas, geralmente, se manifestam em pessoas com idade entre 45 e 60 anos, estando relacionadas com problemas como constipação e esforço evacuatório prolongado. O sintoma mais comum é o sangramento anal indolor, entretanto, o indivíduo pode apresentar ainda coceira, desconforto e o prolapso, que consiste na saída do tecido hemorroidário pelo ânus.

O diagnóstico é feito por meio do histórico clínico do paciente e o exame físico. Em casos simples, a mudança nos hábitos de vida, com adoção de dieta com mais quantidade de fibras, pode solucionar o problema. Casos mais graves envolvem cirurgia.

Leia mais: Intestino grosso — porção final do sistema digestório, suas principais partes são: ceco, cólon, reto e ânus

Tópicos deste artigo

Resumo sobre hemorroidas

  • Hemorroidas são veias dilatadas presentes na região anal que podem provocar sintomas desagradáveis (doença hemorroidária).

  • De acordo com a posição em que estão localizadas, elas podem ser classificadas em internas e externas.

  • Produzem sintomas como sangramento, prolapso, dor e coceira.

  • Constipação, gravidez e esforço evacuatório prolongado são fatores de risco para o desenvolvimento delas.

  • Elas não se tornam câncer.

  • O tratamento em caso de sintomas leves é feito com mudanças nos hábitos de vida.

  • Casos mais graves poderão ser indicativo de cirurgia.

O que são hemorroidas?

Hemorroidas são veias dilatadas encontradas na região anal, as quais, em condições normais, contribuem para a continência fecal. O termo é utilizado frequentemente como sinônimo de doença hemorroidária, entretanto, de acordo com a Sociedade Brasileira de Coloproctologia, a melhor denominação para esse problema seria doença hemorroidária.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Essa recomendação é feita devido às hemorroidas serem estruturas anatômicas normais encontradas no organismo, e a doença ocorre quando essas estruturas inflamam, prolapsam e produzem sintomas. No entanto, como o termo é amplamente usado para se referir à doença, permaneceremos neste texto com essa denominação.

O que causa hemorroidas?

As hemorroidas são mais prevalentes em pessoas com idade entre 45 e 65 anos. Suas causas são variadas, mas estão relacionadas, principalmente, com fatores como:

  • esforço evacuatório prolongado;

  • constipação;

  • gravidez.

Também considera-se a hereditariedade como fator de risco para desenvolvimento de hemorroidas.

Tipos de hemorroidas

  • Hemorroidas internas

Aquelas que estão localizadas em uma região bem interna do ânus. Esse tipo de hemorroidas é recoberto por mucosa intestinal.

  • Hemorroidas externas

Aquelas que estão localizadas no canal anal e na região externa. Esse tipo de hemorroida é recoberto por uma pele sensível.

Sintomas das hemorroidas

Rolo de papel higiênico com um pedaço de papel simulando estar sujo de sangue em referência à presença de hemorroidas.
O sangramento indolor é o sintoma mais comum da hemorroida e pode ser percebido pelo paciente ao se higienizar com o papel higiênico.

As hemorroidas podem provocar sintomas como:

  • Sangramento: apresenta intensidade variável e, geralmente, ocorre durante ou após a evacuação. Normalmente, o sangue se apresenta em um tom vermelho vivo e pode ser percebido no vaso sanitário ou no papel higiênico. É importante destacar que o sangramento anal indolor constitui o sintoma mais comum da doença.

  • Prolapso: nesse caso, percebe-se a exteriorização do tecido hemorroidário, o qual pode ser sentido no exterior do ânus ao se limpar ou após a evacuação. Em muitos casos, o prolapso volta sozinho após a evacuação, entretanto, em outras situações, faz-se necessário colocar a porção novamente para dentro.

  • Desconforto e dor anal: surge, principalmente, quando há prolapso.

  • Coceira: acontece ao redor do ânus.

Diagnóstico de hemorroidas

As hemorroidas podem ser diagnosticadas pelo médico conhecendo-se a história clínica do paciente e realizando-se um exame físico. O médico conversará com o paciente para saber os sintomas vivenciados pelo indivíduo e para conhecer seus hábitos. Posteriormente, será realizado o exame físico, o qual deve incluir inspeção anal e toque retal.

Tratamento de hemorroidas

Hemorroidas não possuem tratamento quando são assintomáticas. Quando os sintomas surgem, indica-se, principalmente, mudanças na dieta e no estilo de vida.

Nesse caso, recomenda-se aumentar o consumo de alimentos laxantes, como ameixa, maçã com casca e verduras cruas; e reduzir a quantidade de alimentos constipantes, como farinhas refinadas, arroz branco e bolachas. Outra recomendação diz respeito à higienização, sendo recomendável a limpeza com água no lugar do uso do papel higiênico.

Em algumas situações, no entanto, os sintomas não desaparecem apenas com mudanças nos hábitos do paciente, sendo necessário algumas intervenções, como a hemorroidectomia e a ligadura elástica. A ligadura elástica consiste na aplicação de anéis de borracha que causam necrose e cicatrização do tecido hemorroidário. A hemorroidectomia, por sua vez, consiste na remoção das hemorroidas.

Leia mais: Fibras alimentares — seu consumo é importante para o funcionamento do intestino

Hemorroidas e câncer

Muitas pessoas associam o desenvolvimento de câncer com a presença de hemorroidas. Entretanto, essa correlação é inexistente. De acordo com a Sociedade Brasileira de Coloproctologia, a relação câncer e hemorroidas está muito ligada ao fato de que o sintoma do sangramento anal é muito associado com a presença de hemorroidas, entretanto, em algumas situações, pode ser indicativo de câncer.

Muitas pessoas, ao vivenciarem esse sintoma, se convencem de que se trata de hemorroidas, procurando um médico especialista apenas após o agravamento do quadro. Com isso, muitos pensam que elas originaram um câncer.

Fontes

Duré, C. L; Vieira, Y. Z; Fillmann, L. S. Doença Hemorroidária. Disponível em: https://docs.bvsalud.org/biblioref/2018/03/880211/doenca-hemorroidaria.pdf

Moreira, J. P. T; Araújo, S. E. A; Oliveira, Jr. O. Hemorroida: Diagnóstico. Projeto Diretrizes-Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina. 2005. Disponível em: https://amb.org.br/files/_BibliotecaAntiga/hemorroida-diagnostico.pdf

Sociedade Brasileira de Coloproctologia. Hemorroidas. Folhetos Informativos em Coloproctologia – 2009. Disponível em: https://sbcp.org.br/pdfs/publico/hemorroidas.pdf

Telessaúde RS/UFRGS. Telecondutas - Hemorroidas. Versão digital - 2018. Disponível em: https://www.ufrgs.br/telessauders/documentos/telecondutas/tc_hemorroidas.pdf  

Escritor do artigo
Escrito por: Vanessa Sardinha dos Santos Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual de Goiás (2008) e mestrado em Biodiversidade Vegetal pela Universidade Federal de Goiás (2013). Atua como professora de Ciências e Biologia da Educação Básica desde 2008.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Hemorroidas"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/saude/hemorroida.htm. Acesso em 21 de junho de 2024.

De estudante para estudante