Topo
pesquisar

Obtenção de alumínio por meio de eletrólise

Química

O alumínio é obtido por meio do processo de Hall-Héroult, em que é realizada a eletrólise ígnea da alumina fundida na criolita.
PUBLICIDADE

O alumínio é obtido por meio de processos metalúrgicos. A metalurgia é uma área que estuda a transformação de minérios em metais ou em ligas metálicas. Vários metais são obtidos por esse método, tais como o cobre, o titânio, o ferro e o manganês.

No caso do alumínio, o principal minério utilizado é a bauxita (figura), que contém óxido de alumínio hidratado (Aℓ2O3 . x H2O) e diversas impurezas.

Minério bauxita natural

Na metalurgia do alumínio, ocorrem as quatro etapas a seguir:

Principais etapas da metalurgia do alumínio

Quando o óxido de alumínio (Aℓ2O3(s)) é separado da bauxita, seu nome passa a ser alumina

Antigamente, fazia-se o seguinte: tratava-se a alumina com ácido clorídrico, para gerar o cloreto de alumínio; que era colocado para reagir com potássio ou sódio metálicos, causando a redução do composto e originando o alumínio metálico:

 

Aℓ2O3(s) + 6 HCℓ(aq)→ 4 AℓCℓ3(aq) + 3 H2O(ℓ)
AℓCℓ3(aq) + 3 K(s)→ 3 KCℓ(s) + Aℓ(s)

Entretanto, esse método era muito caro e ineficiente, por isso o alumínio era considerado um metal raro.

Mas, em 1886, dois cientistas de modo separado desenvolveram o método citado acima, em que se utilizava a eletrólise ígnea. Esses cientistas eram o americano Charles M. Hall e o francês Paul Héroult, por isso esse método passou a ser chamado de Processo de Hall-Héroult ou, simplesmente, Processo de Hall, visto que Charles M. Hall o patenteou.

 O ponto chave que eles descobriram era como fazer o óxido de alumínio ficar no estado líquido para assim conseguir realizar a sua eletrólise ígnea, pois o problema era que o ponto de fusão dele era acima de 2000ºC. Eles utilizaram um fundente, o minério criolita (Na3AℓF6), que foi capaz de abaixar a temperatura de fusão do óxido de alumínio para cerca de 1000 ºC.

Assim, como mostra o esquema abaixo, essa mistura de óxido de alumínio e criolita foi colocada em uma cuba eletrolítica de aço revestida de carbono. Por essa mistura fundida passa uma corrente elétrica. As paredes do recipiente que ficam em contato com a mistura funcionam como polo negativo da eletrólise (cátodo), onde ocorre a redução dos cátions de alumínio. Já o ânodo (polo positivo) são cilindros constituídos de grafite ou de carvão, isto é, ambos formados de carbono, onde ocorre a oxidação dos ânions de oxigênio:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Semirreação do cátodo: 4 Aℓ3+(ℓ) + 12 e- → 4 Aℓ(ℓ)
Semirreação do ânodo: 6 O2-(ℓ)  → 12 e- + 3 O2(g)

O oxigênio formado reage com o carbono do ânodo e gera também dióxido de carbono:

3 O2(g)  + 3 C(s) → 3 CO2(g)

De modo que a reação global e o esquema dessa eletrólise ígnea que dá origem ao alumínio são dados por:

Equação global do processo de eletrólise do alumínio

O alumínio obtido está na forma líquida, porque o seu ponto de fusão é de 660,37 ºC, ou seja, menor que o da mistura de alumina e criolita. O alumínio também é mais denso que a mistura e, por isso, vai se depositando no fundo do recipiente, por onde é recolhido.

Na produção de 1 tonelada de alumínio usa-se:

  • 4 a 5 toneladas de bauxita, de onde são extraídas cerca de 2 toneladas de alumina;
  • 50 quilogramas de criolita (não há muitas reservas naturais de criolita, por isso, ela costuma ser obtida por meio de sua síntese a partir da fluorita (CaF2), um mineral mais abundante na natureza);
  • 0,6 toneladas de carvão para os eletrodos.

Anualmente a produção de alumínio ultrapassa 27,4 milhões de toneladas.

Entre as principais ligas metálicas do alumínio, temos as seguintes:

Principais ligas metálicas do alumínio


Por Jennifer Fogaça
Graduada em Química

Na produção do alumínio, ele é obtido no estado líquido e é colocado em moldes
Na produção do alumínio, ele é obtido no estado líquido e é colocado em moldes

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

FOGAçA, Jennifer Rocha Vargas. "Obtenção de alumínio por meio de eletrólise"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/quimica/obtencao-aluminio-por-meio-eletrolise.htm. Acesso em 09 de dezembro de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola