Topo
pesquisar

Setor Industrial na região Centro-Oeste

Geografia do Brasil

O Setor industrial na região Centro-Oeste, nos últimos anos, apresentou taxa de crescimento acima da média nacional.
PUBLICIDADE

A participação da região Centro-Oeste na produção industrial nacional, mesmo com o processo de desconcentração industrial que vem ocorrendo no país desde a década de 1960, ainda é relativamente pequena. Em 2014, representou apenas 4,9% de toda a produção industrial do país. Isso acontece porque essa região, tradicionalmente, especializou-se em produtos agropecuários para exportação.

Além disso, como a região estava voltada para a produção de matéria-prima, durante várias décadas, pouco se investiu em infraestrutura básica e estratégias (isenção fiscal, doação de terras etc.) de incentivo para a implantação de indústrias nos estados do Centro-Oeste. Esse fato, aliado à grande disponibilidade de terras para o aumento da produção agropecuária, atrasou o desenvolvimento industrial da região, que durante muito tempo foi praticamente inexistente.

Atualmente vem ocorrendo uma aceleração do desenvolvimento industrial no Centro-Oeste. Esse crescimento industrial é fruto do processo de mecanização do campo, que tem exigido cada vez mais infraestrutura para o desenvolvimento das atividades agropecuárias. Além disso, o desenvolvimento industrial da região tem sido priorizado tanto pelos governos estaduais quanto pelo governo federal por meio de políticas de atração de empresas.

Com o recente investimento no setor industrial, várias indústrias fixaram-se no Centro-Oeste para processar parte da matéria-prima produzida na região e aproveitar os benefícios originados pelas políticas de fomento ao desenvolvimento industrial. Entre os principais setores da indústria que têm contribuído para esse crescimento, estão:

  • Indústria de Alimentos: com destaque para a indústria de esmagamento e processamento de soja, indústria de ração animal, indústria frigorífica (tanto carne bovina quanto a suína e de frango) e a indústria de laticínios.

    Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Participação da indústria de alimentos na produção industrial da região Centro-Oeste, de acordo com a Confederação Nacional da Indústria
Participação da indústria de alimentos na produção industrial da região Centro-Oeste, de acordo com a Confederação Nacional da Indústria

  • Fabricação de Coque, de Produtos derivados do Petróleo e de Biocombustíveis: Atividade industrial correspondente à transformação do carvão mineral, ao refino do petróleo e à produção de biocombustíveis, principalmente do álcool. Esse segmento da indústria corresponde a 8,6% e a 5,7% da produção industrial do Mato Grosso do Sul e do Mato Grosso, respectivamente, de acordo com a Confederação Nacional da Indústria.

  • Química: Outro segmento industrial importante na região Centro-Oeste é a industria química, que corresponde a 11% e a 7% da produção industrial no Mato grosso e em Goiás, respectivamente, segundo a Confederação Nacional da Indústria.

  • Outros: Além desses setores, destacam-se, de acordo com a Confederação Nacional da Indústria, o beneficiamento de minerais não metálicos (25,2% da produção industrial) e a produção de bebidas (20,7% da produção industrial) no Distrito Federal, a fabricação de veículos (7,3% da produção industrial) em Goiás, e a fabricação de celulose, papel e produtos de papel (7,3% da produção industrial) no Mato Grosso do Sul.


Por Thamires Olimpia
Graduada em Geografia

A indústria frigorífica é um dos segmentos industriais presentes no Centro-Oeste
A indústria frigorífica é um dos segmentos industriais presentes no Centro-Oeste

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SILVA, Thamires Olimpia. "Setor Industrial na região Centro-Oeste"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/brasil/setor-industrial-na-regiao-centro-oeste.htm. Acesso em 22 de novembro de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola