Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Grau superlativo

O grau superlativo marca a intensidade de adjetivos ou advérbios. O grau superlativo pode ser relativo ou absoluto. Os superlativos absolutos sintéticos são os mais usados.

Ilustração de silhuetas de corredores em disputa, em texto sobre grau superlativo.
O grau superlativo está associado à intensidade de uma característica ou circunstância.
Crédito da Imagem: shutterstock.com
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Grau superlativo é um fenômeno linguístico caracterizado pela intensificação de uma qualidade (adjetivo) ou circunstância (advérbio). O grau superlativo relativo pode ser de inferioridade ou de superioridade. Já o grau superlativo absoluto é classificado como analítico ou sintético. O relativo, ao contrário do absoluto, depende de outro elemento do enunciado para fazer sentido.

Leia também: O que é uma locução adjetiva?

Tópicos deste artigo

Resumo sobre grau superlativo

  • O grau superlativo está relacionado à intensidade atribuída a um adjetivo ou advérbio.
  • O grau superlativo pode ser dos tipos: relativo ou absoluto.
  • O grau superlativo relativo pode ser de inferioridade ou de superioridade.
  • O grau superlativo absoluto pode ser sintético ou analítico.
  • A maioria dos superlativos absolutos sintéticos é formada com o sufixo “-íssimo”.
  • “Altíssimo”, “belíssimo”, “dulcíssimo” são alguns exemplos de superlativos absolutos sintéticos.

O que é o grau superlativo?

O grau superlativo indica a intensidade de uma qualidade expressa pelo adjetivo ou de uma circunstância expressa pelo advérbio. Vale mencionar que o adjetivo apresenta tanto superlativo relativo quanto absoluto, enquanto o advérbio possui apenas superlativo absoluto.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Tipos de grau superlativo

  • Grau superlativo relativo

O superlativo relativo estabelece uma relação entre dois elementos do enunciado. Há duas formas de superlativo relativo:

Superlativo relativo de inferioridade

Observe este enunciado:

Sandro é o menos esperto do grupo.

A frase destaca a menor intensidade de esperteza de Sandro em relação a um grupo de pessoas. Isso é possível por meio do advérbio de intensidade “menos”.

Superlativo relativo de superioridade

Veja esta frase:

Sandro é o mais esperto do grupo.

O enunciado destaca a maior intensidade de esperteza de Sandro em relação a um grupo de pessoas. Isso é possível por meio do advérbio de intensidade “mais”.

  • Grau superlativo absoluto

O superlativo é absoluto quando não depende de outro elemento do enunciado, ou seja, não precisa estabelecer uma relação com outro componente para fazer sentido. As duas formas de superlativo absoluto são:

Superlativo absoluto sintético

Observe estes enunciados:

Sempre achou Louis Garrel lindíssimo.

Louis Garrel é muitíssimo talentoso.

Nos exemplos acima, acrescentamos o sufixo “-íssimo” ao adjetivo “lindo” e ao advérbio “muito”. E, dessa forma, obtemos o superlativo absoluto sintético. Outros sufixos utilizados na formação do superlativo absoluto sintético são “-érrimo” e “-imo”:

Nicanor está magérrimo.

O teste foi dificílimo.

Superlativo absoluto analítico

Veja estas frases:

Alfred Enoch é imensamente bonito.

Alfred Enoch atua muito bem.

Nos exemplos acima, utilizamos o advérbio de intensidade “imensamente” antes do adjetivo “bonito” e o advérbio de intensidade “muito” antes do advérbio “bem”. Dessa forma, obtemos o superlativo absoluto analítico.

Veja também: Graus comparativo e superlativo dos adjetivos — como usar

Superlativos absolutos sintéticos mais utilizados

Adjetivo

Superlativo

Agradável

Agradabilíssimo

Agudo

Acutíssimo

Alto

Altíssimo, supremo

Amargo

Amaríssimo

Amável

Amabilíssimo

Amigo

Amicíssimo

Antigo

Antiquíssimo

Bélico

Belacíssimo

Belo

Belíssimo

Benéfico

Beneficentíssimo

Bom

Boníssimo, ótimo

Capaz

Capacíssimo

Célebre

Celebérrimo

Claro

Claríssimo

Comum

Comuníssimo

Cruel

Crudelíssimo

Difícil

Dificílimo

Doce

Dulcíssimo

Fácil

Facílimo

Feio

Feiíssimo

Feliz

Felicíssimo

Fiel

Fidelíssimo

Frágil

Fragílimo

Frio

Frigidíssimo, friíssimo

Geral

Generalíssimo

Grande

Máximo

Humilde

Humílimo, humildíssimo

Incrível

Incredibilíssimo

Inimigo

Inimicíssimo

Jovem

Juveníssimo

Livre

Libérrimo

Legal

Legalíssimo

Lindo

Lindíssimo

Magnífico

Magnificentíssimo

Magro

Macérrimo, magríssimo, magérrimo

Maléfico

Maleficentíssimo

Manso

Mansuetíssimo

Mau

Péssimo

Miserável

Miserabilíssimo

Nobre

Nobilíssimo

Notável

Notabilíssimo

Original

Originalíssimo

Pequeno

Mínimo

Pessoal

Personalíssimo

Pobre

Paupérrimo, pobríssimo

Possível

Possibilíssimo

Preguiçoso

Pigérrimo

Próspero

Prospérrimo

Provável

Probabilíssimo

Público

Publicíssimo

Regular

Regularíssimo

Sábio

Sapientíssimo

Sagrado

Sacratíssimo

Semelhante

Simílimo

Sensível

Sensibilíssimo

Simpático

Simpaticíssimo

Simples

Simplíssimo, simplicíssimo

Terrível

Terribilíssimo

Triste

Tristíssimo

Útil

Utilíssimo

Veloz

Velocíssimo

Visível

Visibilíssimo

Vulnerável

Vulnerabilíssimo

Usos do grau superlativo

  • Grau superlativo relativo: serve para apontar a intensidade de um adjetivo em relação a outro elemento do enunciado:

Aquele menino é o mais generoso da família.

Aquele menino é o menos generoso da família.

Meu animal de estimação é o mais inteligente de todos.

Meu animal de estimação é o menos inteligente de todos.

Luís é o mais amigável da sala.

Luís é o menos amigável da sala.

  • Grau superlativo absoluto: serve para acentuar uma característica (adjetivo) ou circunstância (advérbio):

Edson é um homem agradabilíssimo.

Que dia ótimo!

Meu irmão é um indivíduo crudelíssimo.

Ele está pouquíssimo à vontade.

Meu primo está muito mal.

O suco está dulcíssimo.

Meu macérrimo irmão entrou na sala.

Fiz um guia de viagem personalíssimo.

Saiba mais: Derivação sufixal em nomes, verbos e advérbios — como ocorre?

Exercícios resolvidos sobre grau superlativo

Questão 1 (Ufam)

Assinale a opção em que existe ERRO no emprego do grau superlativo absoluto sintético do adjetivo:

A) O clima estava friíssimo, tanto que tivemos de usar casaco e luvas.

B) O desempenho dos atletas, como era esperado, foi ótimo.

C) Ela é muito inteligente, mas, infelizmente, feiíssima.

D) Qualquer ator se torna celebérrimo, quando trabalha em novelas de TV.

E) Não gosto de desfiles, pois tantas modelos magrérrimas me causam horror.

Resolução:

Alternativa E.

O grau superlativo absoluto sintético do adjetivo “magro” é “magérrimo”, “macérrimo” ou “magríssimo”. Na forma feminina: “magérrima”, “macérrima” ou “magríssima”.

Questão 2

O grau superlativo relativo de inferioridade foi empregado no enunciado da alternativa:

A) Aquele romance de Machado de Assis é bastante crítico.

B) A tia Eunice é a mais inteligente das professoras.

C) As obras daquele pintor francês são pouquíssimo atraentes.

D) O candidato Getúlio é o menos popular do partido.

E) O relógio do meu avô é antiquíssimo, tem quase cem anos.

Resolução:

Alternativa D.

A alternativa A apresenta superlativo absoluto analítico. A alternativa B, superlativo relativo de superioridade. As alternativas C e E, superlativo absoluto sintético. Por fim, a alternativa D possui superlativo relativo de inferioridade.

Fontes

NICOLA, José de; INFANTE, Ulisses. Gramática contemporânea da língua portuguesa. 15. ed. São Paulo: Scipione, 1999.

SACCONI, Luiz Antonio. Nossa gramática: teoria e prática. 26. ed. São Paulo: Atual Editora, 2001.

Escritor do artigo
Escrito por: Warley Souza Professor de Português e Literatura, com licenciatura e mestrado em Letras pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SOUZA, Warley. "Grau superlativo"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/gramatica/grau-superlativo.htm. Acesso em 23 de junho de 2024.

De estudante para estudante