Topo
pesquisar

Copa do Mundo: Rússia 2018

Educação Física

Mundial de Futebol de 2018 reuniu 32 seleções em 11 cidades da Rússia, entre 14 de junho e 15 de julho. França foi a seleção campeã.
21ª edição da Copa do Mundo de Futebol será na Rússia
21ª edição da Copa do Mundo de Futebol será na Rússia
PUBLICIDADE

A Copa do Mundo de Futebol de 2018 foi disputada na Rússia, o maior país do mundo, entre os dias 14 de junho e 15 de julho. O torneio teve a participação de 32 nações, incluindo o Brasil, com jogos em 11 cidades e 12 estádios. 

A definição da sede da 21ª edição do torneio aconteceu em dezembro de 2010, em uma disputa com outras três candidaturas de países europeus: Inglaterra; Portugal e Espanha; Holanda e Bélgica. Na mesma ocasião, ficou definido que o Catar vai receber a Copa de 2022.

Ao todo, foram disputados 64 jogos nas cidades de Moscou, São Petersburgo, Samara, Kazan, Ecaterimburgo, Sochi, Kaliningrado, Saransk, Volgogrado, Rostov e Nizhny Novgorod. A capital Moscou recebeu jogos em dois estádios.

Participantes

As 32 seleções participantes, com exceção da Rússia, conseguiram a vaga na Copa do Mundo de 2018 por meio de competições continentais eliminatórias. A Rússia ganhou a vaga por ser o país-sede do evento, assim como aconteceu com o Brasil na Copa de 2014.

A Federação Internacional de Futebol (FIFA) determina a quantidade de vagas para cada continente. Veja:

África: 5 vagas (Tunísia, Nigéria, Marrocos, Senegal e Egito)

Ásia: 4 vagas + 1 repescagem (Irã, Japão, Coreia do Sul, Arábia Saudita + Austrália)

América Central e do Norte: 3 vagas + 1 repescagem (México, Costa Rica, Panamá + Honduras)

América do Sul: 4 vagas + 1 repescagem (Brasil, Uruguai, Argentina, Colômbia + Peru)

Europa: 13 vagas (França, Portugal, Alemanha, Sérvia, Polônia, Inglaterra, Espanha, Bélgica, Islândia, Suíça, Croácia, Suécia e Dinamarca)

Oceania: 1 vaga repescagem (Nova Zelândia)

No caso da Copa do Mundo de 2018, ficaram definidos os seguintes confrontos pela repescagem:

América Central e do Norte (Honduras) x Ásia (Austrália): Austrália vencedor

América do Sul (Peru) x Oceania (Nova Zelândia): Peru vencedor

A Austrália compete nas eliminatórias asiáticas por ter um nível muito superior aos seus vizinhos de continente. Para se ter uma ideia, quando a Austrália competia nas eliminatórias da Oceania, era comum um placar de 30 a 0. O mesmo acontece na América do Sul, onde Guiana Francesa, Guiana e Suriname competem pela América Central.

Grupos Copa 2018
Brasil fez parte do grupo E, junto com Suíça, Costa Rica e Sérvia
Clique na imagem para ampliar

Jogos

As 32 seleções classificadas para a Copa do Mundo da Rússia foram divididas em oito grupos. O Brasil ficou no grupo E junto com Suíça, Costa Rica e Sérvia.

Os dois primeiros lugares de cada grupo se classificaram para a fase eliminatória, popularmente chamada de mata-mata, na qual duas equipes se enfrentam para decidir quem avança para a próxima etapa. A primeira fase eliminatória foram as oitavas de final, depois vieram as quartas de final, a semifinal e, por fim, a tão esperada final, que foi realizada no dia 15 de julho em Moscou.

Participação do Brasil

O primeiro jogo do Brasil foi no dia 17 de junho contra a Suíça, quando empatou em 1 a 1. A seleção foi desclassificada nas quartas de final por ter perdido de 2x1 para a Bélgica, no dia 6 de julho, terminando a competição na 6ª posição. Veja todos os jogos do Brasil:

Fase de grupos
- Brasil 1x1 Suíça
- Brasil 2x0 Costa Rica
- Brasil 2x0 Sérvia

Oitavas de final
- Brasil 2x0 México

Quartas de final
- Brasil 1x2 Bélgica

Campeã

A França foi a campeã da Copa do Mundo de 2018, vencendo na final a Croácia pelo placar de 4x2. A terceira posição ficou com a Bélgica, ao vencer a Inglaterra por 2x0. Foi o segundo título mundial da França, que ganhou pela primeira vez em 1998, quando derrotou o Brasil na final por 3x0.

Bola

A bola da Copa do Mundo de 2018 recebeu o nome de Telstar 18, em homenagem à bola do Mundial de 1970. A Telstar 18 é branca com detalhes pretos, como na bola que deu origem ao nome.

Mascote

O mascote da Copa do Mundo da Rússia é um lobo siberiano que, como o próprio nome diz, é um animal típico da Sibéria, região que ocupa quase 80% do território russo. Ele recebeu o nome de “Zabivaka”, que significa “aquele que marca um gol”.
 

Por Adriano Lesme
Jornalista

Listagem de Artigos

artigos Copa do Mundo: Rússia 2018

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA