Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Vim ou vir?

Gramática

PUBLICIDADE

Vim ou vir? Isso vai depender da intenção de quem fala ou escreve. Portanto, se você pretende usar o verbo “vir” na primeira pessoa do singular do pretérito perfeito do indicativo, o certo é falar: “Eu vim”.

Mas se o que você quer é usar esse verbo no infinitivo pessoal, o correto é escrever: “Por eu vir”. Além disso, o vocábulo “vir” também pode indicar o futuro do subjuntivo do verbo “ver”: “Quando eu vir seu rosto”.

Leia também: Ficaram ou ficarão?

Quando usar o vim?

É comum termos dúvida ao usar os termos “vim” e “vir”.
É comum termos dúvida ao usar os termos “vim” e “vir”.

A palavra “vim” se refere à primeira pessoa do singular, do pretérito perfeito do indicativo, do verbo “vir”. Portanto, está relacionada ao pronome pessoal “eu” e indica uma ação ocorrida no passado:

  • Quando vim do interior, esperava ser feliz nesta grande cidade de Belo Horizonte.

  • Não nasci rico, todos sabem que eu vim de baixo.

  • Você me chamou, e eu vim te ajudar.

  • Vim ao cinema só para ver o Colin Firth no filme Supernova.

  • Vim de muito longe para conhecer a Maria Gadú e não vou desistir assim tão fácil.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Quando usar o vir?

O vocábulo “vir” deve ser utilizado nos seguintes casos:

→ Na primeira e terceira pessoa do singular, do infinitivo pessoal, do verbo “vir”:

  • Por vir de uma família conservadora, [eu] tive muita dificuldade em respeitar certos comportamentos de meus filhos.

  • Por vir de uma família conservadora, [ela] teve muita dificuldade em respeitar certos comportamentos de seus filhos.

  • Pelo fato de eu vir de um país que respeita a privacidade do indivíduo, foi difícil lidar com a intromissão dos meus vizinhos aqui no Brasil.

  • Pelo fato de Helga vir de um país que respeita a privacidade do indivíduo, foi difícil para ela lidar com a intromissão dos seus vizinhos aqui no Brasil.

→ Na primeira e terceira pessoa do singular, do futuro do subjuntivo, do verbo “ver”:

  • Quando eu vir você conversando com aquela garota de novo, Mário, não responderei por mim!

  • Quando ele vir você conversando com aquela garota de novo, Mário, nem sei o que poderá acontecer.

  • Só ficarei satisfeita quando [eu] vir o meu país respeitar, finalmente, os Direitos Humanos.

  • Só ficará satisfeita quando [ela] vir o seu país respeitar, finalmente, os Direitos Humanos.

Leia também: Chego ou chegado?

Exercícios resolvidos

Questão 1 - Analise os enunciados a seguir e marque a alternativa em que o uso do verbo “vir” está INCORRETO.

A) Não tenho lembranças de Buenos Aires, pois eu era muito pequeno quando vim morar aqui no Brasil.

B) Eu só sei que, se alguém vir aqui na minha casa para me dizer que você foi desonesto, eu nunca mais falo com você.

C) Nós sabíamos que, por vim de uma situação de abuso, nossa filha adotiva precisava de todo nosso carinho.

D) O fato de Maria vir do Nordeste fez com que ela sofresse muito preconceito aqui na cidade de São Paulo.

E) Eu só vim aqui para te dizer que não dá mais para continuarmos assim e que devemos ser felizes separados.

Resolução

Alternativa C. No enunciado “Nós sabíamos que, por vim de uma situação de abuso, nossa filha adotiva precisava de todo nosso carinho”, o uso do verbo “vir” está incorreto, já que está no pretérito perfeito do indicativo. Assim, a forma correta desse verbo, no infinitivo pessoal, é: “Nós sabíamos que, por vir de uma situação de abuso, nossa filha adotiva precisava de todo nosso carinho”.

Questão 2 - Leia o texto a seguir e preencha as lacunas com os termos “vim” ou “vir”.

“Eu ______ aqui só para te dar um aviso. Se eu ______ você agredindo sua namorada outra vez, irei te denunciar. Só não faço isso agora, porque ela não quer. E não pense que o fato de você ______ de uma família abastada vai me impedir, pois de onde eu ______, meu rapaz, o certo é certo, e o errado é errado.”

A sequência correta de preenchimento das lacunas é:

A) vim, vir, vir, vim.

B) vim, vir, vim, vim.

C) vir, vir, vir, vim.

D) vir, vir, vim, vim.

E) vim, vir, vir, vir.

Resolução

Alternativa A. A sequência correta de preenchimento das lacunas é “vim, vir, vir, vim”. Assim, na primeira e na última ocorrências, temos o verbo “vir” conjugado na primeira pessoa do singular do pretérito perfeito do indicativo: “Eu vim aqui” e “de onde eu vim”. Já na segunda ocorrência, o verbo “ver” está na primeira pessoa do singular do futuro do subjuntivo: “Se eu vir você”. Na terceira ocorrência, podemos apontar o infinitivo pessoal do verbo “vir”, na terceira pessoa do singular, apesar de o sujeito do verbo ser “você”, um pronome de segunda pessoa, mas que possui esse tipo de peculiaridade: “o fato de você vir”.

 

Por Warley Souza
Professor de Gramática 

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SOUZA, Warley. "Vim ou vir?"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/gramatica/vim-ou-vir.htm. Acesso em 04 de agosto de 2021.

Artigos Relacionados
Saiba a diferença entre esses dois verbos aqui!
Saiba se o certo é usar “chego” ou “chegado” e veja quando utilizar essas duas palavras.
O juiz diferiu ou deferiu o pedido de habeas corpus?
Ele imergiu na bolsa de valores? Classe social emergente? Saiba mais sobre o uso desses verbos!
Falta ou faltam? Já ficou em dúvida sobre como utilizá-los? Clique aqui e tire suas dúvidas!
Como se diz: Havia muitas pessoas no show ou Havia muitas pessoas no show?
Aprenda a diferença entre os verbos “serrar” e “cerrar”. Veja exemplos de seu uso para entender o contexto.
Qual o certo: se eu vir ou se eu ver?