Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Ana Bolena

Ana Bolena foi uma aristocrata inglesa que ficou conhecida como a segunda esposa de Henrique VIII. Foi executada a mando do rei sob acusação de adultério e de alta traição.

Pintura de Ana Bolena, rainha consorte da Inglaterra entre 1533 e 1536.
Ana Bolena foi rainha consorte da Inglaterra entre 1533 e 1536.
Crédito da Imagem: Commons
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Ana Bolena foi uma nobre inglesa que ocupou a posição de rainha consorte da Inglaterra entre os anos de 1533 e 1536. Ela nasceu em uma família nobre de pouca influência e foi educada na França e na Bélgica. Quando retornou à Inglaterra, em 1522, passou a atuar como dama na corte inglesa, acompanhando a rainha consorte, Catarina de Aragão.

Passou a ser cortejada pelo rei inglês, Henrique VIII, em 1526, e o desejo do rei por ela fez com que ele rompesse relações com a Igreja Católica para que se casassem. O casamento aconteceu em 1532, e Ana Bolena gerou uma filha. Foi acusada de adultério e alta traição, sendo decapitada em 1536.

Leia também: Afinal, o que é uma rainha consorte?

Tópicos deste artigo

Resumo sobre Ana Bolena

  • Ana Bolena foi uma nobre inglesa e rainha consorte da Inglaterra entre 1533 e 1536.

  • Nasceu em uma família nobre de pouca expressão da Inglaterra.

  • Ficou famosa por ter se casado com Henrique VIII.

  • Seu casamento com Henrique VIII resultou no rompimento das relações entre a Inglaterra e a Igreja Católica.

  • Foi acusada de adultério e alta traição por não gerar um herdeiro do gênero masculino para o rei.

Biografia de Ana Bolena

Origens de Ana Bolena

Ana Bolena nasceu em Norfolk, na Inglaterra, em 1501, mas alguns historiadores acreditam que ela pode ter nascido em 1507. Foi filha de Tomás Bolena e Elizabeth Howard. Seu pai era conde de Wiltshire, além de diplomata e político inglês do Período Tudor.

A família de Ana Bolena pertencia à nobreza inglesa, embora não tivesse grande prestígio. Sua tia era a filha mais nova do rei Eduardo IV, que governou entre 1461-1470 e 1471-1483. Ana Bolena também teve outros irmãos, chamados Mary e George. Acredita-se que ela teria sido a filha do meio, sendo mais nova que Mary e mais velha que George.

Por conta da posição social de sua família, Ana Bolena teve uma educação refinada, passando pela França e pela Bélgica, onde aprendeu a como se comportar em uma corte. Além disso, ela foi ensinada em conhecimentos importantes, como gramática e bordado. Os relatos sobre Ana Bolena dizem que ela falava francês com perfeição.

Ana Bolena na corte inglesa

Em 1522, Ana Bolena retornou para a Inglaterra, e, nesse momento, foi cogitado que ela se casasse com um homem chamado James Butler. Esse homem era filho de Piers Butler, primo de Tomás Bolena, e o casamento foi pensado a fim de se resolver uma disputa de terras travada entre os primos.

O casamento não aconteceu, e o retorno de Ana Bolena fez com que ela se juntasse à corte do rei Henrique VIII. Ela assumiu a função de dama de companhia da princesa Maria, irmã do rei, e, posteriormente, se tornou a dama da rainha da Inglaterra, Catarina de Aragão.

Conta-se que Ana Bolena se envolveu com Henry Percy, filho de um conde inglês, mas o interesse dos dois não teve sequência, pois o casamento deles foi negado pelo pai de Percy. Acredita-se que, por volta de 1526, o rei Henrique VIII tenha voltado os seus olhos para Ana Bolena e começado a demonstrar interesse.

Ana Bolena, por sua vez, não se iludiu com as iniciativas do rei e rejeitou tornar-se amante dele. Ela também recusava os presentes dele, e dizia que só aceitaria qualquer iniciativa do rei caso eles se casassem. Havia um entrave para que Henrique VIII se casasse com Ana Bolena: a sua atual esposa.

O rei inglês pediu ao papa Clemente VII a anulação do casamento sugerindo que ele ter se casado com a esposa de seu irmão falecido foi o que havia trazido a “maldição” de não haver um herdeiro do gênero masculino (Henrique VIII apenas tinha tido uma filha com sua esposa). O papa, no entanto, rejeitou o pedido de anulação.

Casamento secreto de Ana Bolena e Henrique VIII

Pintura retratando Ana Bolena e Henrique VIII.
Pintura retratando Ana Bolena e Henrique VIII.

Com a rejeição do papa, Henrique VIII tomou uma medida drástica e decidiu romper relações com a Igreja Católica, fundando a Igreja Anglicana, sob comando do rei da Inglaterra. Com o poder político e religioso em suas mãos, Henrique VIII decidiu afastar Catarina de Aragão da corte em 1531. Em 1533, seu casamento com Catarina foi oficialmente anulado pela Igreja da Inglaterra.

Ana Bolena passou a residir no palácio real em 1531, e, acredita-se, no ano seguinte, ela e o rei tornaram-se amantes. O casamento de Henrique VIII e Ana Bolena foi realizado secretamente em 14 de novembro de 1532. Ele foi mantido em segredo até que a anulação do primeiro casamento fosse anunciada, o que aconteceu só em maio de 1533.

Ana Bolena foi oficializada rainha consorte da Inglaterra em 1º de junho de 1533. Em setembro de 1533, a primeira filha do casal nasceu, Elizabeth. Com o passar do tempo, Henrique VIII foi ficando insatisfeito com Ana Bolena pelo mesmo motivo com que havia se irritado com Catarina de Aragão. Ana Bolena não gerava filhos do gênero masculino, o que deixava o rei apreensivo a respeito da sucessão de sua dinastia.

Outros fatores contribuíram para o declínio de Ana Bolena. Ela não era muito popular entre a população inglesa, que a considerava uma usurpadora, além disso, a sua personalidade também não agradava. Era considerada muito franca e muito envolvida nas questões políticas do reino. A insatisfação do rei foi tamanha que, em 1534, ele já cogitava se separar de Ana Bolena.

Acesse também: O que é o anglicanismo?

Morte de Ana Bolena

Como Ana Bolena não gerou um herdeiro para o rei, foi logo descartada. O rei Henrique VIII começou a se interessar por Jane Seymour, uma das damas de companhia da rainha. O rei demonstrou sua insatisfação com a rainha, e, com isso, toda a corte inglesa foi se afastando dela. Para se livrar de Ana Bolena, Henrique VIII a acusou de adultério, incesto e alta traição.

Ela foi presa em 2 de maio de 1536, e levada para a Torre de Londres. Ele foi levada a julgamento ainda em maio de 1536 e considerada culpada, sendo condenada à morte. Ela foi decapitada no dia 19 de maio de 1536, e conta-se que estava calma e serena. Os historiadores dizem que, durante todo o processo de rejeição que sofreu, Ana Bolena rejeitou criticar o rei para evitar que sua filha e família sofressem represálias.

Veja também: Maria Antonieta — princesa austríaca que se tornou rainha da França e foi decapitada durante a Revolução Francesa

Ana Bolena na cultura popular

Ana Bolena é uma figura importante na história inglesa, por isso foi bastante abordada na cultura popular. Entre algumas representações da sua figura, estão:

  • The Tudors (série de televisão);

  • The Other Boleyn Girl (filme);

  • Wolf Hall (série de televisão);

  • Blood, Sex & Royalty (série de televisão).

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Curiosidades sobre Ana Bolena

  • Ana Bolena sabia tocar alaúde, um instrumento muito popular na Europa.

  • Provavelmente, Ana Bolena era reformista.

  • Sua filha, Elizabeth, tornou-se uma das rainhas mais importantes da história inglesa, a rainha Elizabeth I.

Fontes

BRUNATO, Ingredi. O auge e a queda de Ana Bolena, mulher que fez o rei romper com a Igreja Católica. Disponível em: https://aventurasnahistoria.uol.com.br/noticias/paulo-rezzutti/o-auge-e-a-queda-de-ana-bolena-mulher-que-fez-o-rei-romper-com-a-igreja-catolica.phtml.

BUONO, Vinícius. 10 curiosidades sobre Ana Bolena, retratada em nova série da Netflix. Disponível em: https://aventurasnahistoria.uol.com.br/noticias/almanaque/dez-curiosidades-sobre-ana-bolena-uma-das-mais-famosas-e-controversas-rainhas-inglesas.phtml.

CARTWRIGHT, Mark. Anne Boleyn. Disponível em: https://www.worldhistory.org/Anne_Boleyn/

DOMINGUES, Joelza Ester. Execução de Ana Bolena, Inglaterra. Disponível em: https://ensinarhistoria.com.br/linha-do-tempo/execucao-de-ana-bolena-inglaterra/.

Escritor do artigo
Escrito por: Daniel Neves Silva Formado em História pela Universidade Estadual de Goiás (UEG) e especialista em História e Narrativas Audiovisuais pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Atua como professor de História desde 2010.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SILVA, Daniel Neves. "Ana Bolena"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biografia/ana-bolena.htm. Acesso em 26 de maio de 2024.

De estudante para estudante