close
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Kamala Harris

Kamala Harris foi procuradora-geral da Califórnia (a primeira mulher negra a ocupar esse cargo), senadora e eleita vice-presidente dos Estados Unidos, em 2020.

Kamala Harris foi a primeira procuradora-geral negra da Califórnia.[1]
Kamala Harris foi a primeira procuradora-geral negra da Califórnia.[1]
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

Kamala Harris é uma advogada e política norte-americana. Ela ganhou destaque por ser a primeira procuradora-geral negra da Califórnia, estado em que nasceu. Entrou para a política em 2015, sendo eleita senadora pelo mesmo estado. Em 2020, foi escolhida como vice-presidente de Joe Biden, candidato democrata.

Acesse também: História dos partidos Republicano e Democrata nos EUA

Tópicos deste artigo

Resumo sobre Kamala Harris

  • Kamala Harris nasceu em Oakland, na Califórnia.
  • É filha de uma cientista indiana e de um professor universitário jamaicano.
  • É formada em Ciências Políticas, Economia e Direito.
  • Foi eleita procuradora-geral de San Francisco e da Califórnia.
  • Foi eleita vice-presidente dos Estados Unidos, em 2020.

Anos iniciais da trajetória de Kamala Harris

Kamala Devi Harris nasceu em Oakland, na Califórnia, Estados Unidos, no dia 20 de outubro de 1964. Sua mãe, Shyamala Gopalan, foi uma mulher indiana cientista e pesquisadora. Seu pai, Donald J. Harris, é jamaicano e professor aposentado da Stanford University.

A infância de Harris ficou marcada pelo seu contato com a cultura afro-americana, afro-jamaicana e indiana. Ela passou parte de sua infância morando em Berkeley, cidade próxima a San Francisco. Posteriormente, com o divórcio de seus pais, ela e sua irmã foram viver em Montreal, no Canadá.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Kamala Harris teve acesso à boa educação nos lugares que morou e, após finalizar o seu Ensino Médio, em 1982, conseguiu se matricular na Howard University. Lá ela se formou em Economia e Ciências Políticas, retornando para a Califórnia após finalizar sua graduação, em 1986. Na Califórnia, Harris decidiu ingressar no Hastings College of the Law, da University of California, para estudar Direito. Ela se graduou em Direito em 1989, e logo começou a trabalhar nessa área.

Confira no nosso podcast: Eleições nos Estados Unidos: como funcionam?

Carreira profissional de Kamala Harris

Em 1990, ela atuou como procuradora-geral adjunta do Condado de Alameda, que agrupa uma série de cidades da Califórnia, como Berkeley e Oakland. Harris atuou nessa posição por quase toda a década de 1990, exercendo o cargo de 1990 a 1998. Posteriormente, ela assumiu um cargo vinculado à prefeitura de San Francisco, atuando em uma unidade de criminosos reincidentes.

Em 2003, Kamala Harris fez história ao tornar-se a primeira mulher negra e de descendência indiana a ser eleita para o cargo de procuradora-geral da cidade de San Francisco. Enquanto esteve na função, ficou marcada por sua rigidez com os crimes com que lidava. Ela também promoveu um programa que incentivou traficantes a abandonarem o crime e retornarem à sala de aula.

Em 2007, Kamala Harris conseguiu ser reeleita para a função. A linha dura que ela adotou contra os criminosos resultou em um aumento nas condenações na cidade de San Francisco. No ano seguinte, ela manifestou interesse no cargo de procuradora-geral da Califórnia. A eleição aconteceu em 2010 e resultou na sua vitória.

Durante seu exercício como procuradora-geral da Califórnia, Harris se envolveu em inúmeros casos jurídicos de grande repercussão em seu estado. Em 2014, ela anunciou sua intenção de reeleger-se e venceu novamente a eleição, determinando assim a prorrogação de seu mandato como procuradora-geral.

  • Carreira política de Kamala Harris

A entrada de Kamala Harris na política norte-americana se deu quando ela manifestou seu interesse no Senado dos Estados Unidos. Harris já era filiada ao Partido Democrata e, para sua candidatura, valeu-se da aposentadoria de Barbara Boxer, senadora democrata da Califórnia. Ela oficializou seu pleito em 2015, venceu as primárias democratas e derrotou sua adversária, Loretta Sanchez, em 2016.

Harris permaneceu na função de procuradora-geral da Califórnia até o final de 2016 e foi empossada no cargo de senadora em janeiro de 2017. Ela foi a segunda mulher negra e descendente de asiáticos a ocupar a função na história dos Estados Unidos. Na posição de senadora, Harris colocou-se como oposição ao presidente norte-americano Donald Trump.

No Senado, foi indicada para assumir os comitês de Segurança Interna, Assuntos Governamentais, Inteligência, Orçamento e, posteriormente, para o comitê do Judiciário. Ela manteve discurso em defesa dos direitos dos imigrantes e das mulheres e criticou diversas medidas de Trump, como a Muslim ban — que proibiu a entrada de cidadãos de sete países (Iêmen, Irã, Iraque, Líbia, Somália, Sudão e Síria) nos Estados Unidos.

Kamala Harris também ficou marcada por sua defesa do controle de armas nos Estados Unidos; defendeu projetos que propunham a criação de um sistema de saúde universal no país; foi favorável à defesa da reformulação da política de imigração norte-americana, inclusive criticando a administração de Trump nessa área. A senadora também foi favorável à descriminalização da maconha e contra leis que defendiam a redução de impostos para a classe dos mais ricos da sociedade norte-americana.

  • Kamala Harris como vice-presidente dos Estados Unidos

A atuação de Kamala Harris como senadora a trouxe grande destaque, e ela passou a ser enxergada como uma potencial candidata para a presidência dos Estados Unidos na eleição de 2020. Em 2018, Harris anunciou oficialmente sua candidatura à presidência.

Ao longo de 2019, sua candidatura foi perdendo força na opinião pública, fosse por redução nas intenções de votos, fosse pela dificuldade de arrecadar doações para a sua campanha. Assim, a senadora desistiu dela. No ano seguinte, o candidato democrata Joe Biden anunciou que havia escolhido Harris para ser sua candidata à vice-presidência.

Kamala Harris discursando no Pentágono ao lado de Joe Biden e Lloyd Austin
Kamala Harris assumiu a vice-presidência dos EUA, em janeiro de 2021.[1]

Joe Biden se estabeleceu como candidato à presidência após vencer as primárias do Partido Democrata, tendo como objetivo derrotar Donald Trump, que lutava pela sua reeleição. Nessa eleição, Joe Biden e Kamala Harris saíram vitoriosos ao obterem a maioria no Colégio Eleitoral. Eles também obtiveram cerca de 81 milhões de votos, cerca de sete milhões a mais que Trump. Com a vitória, Kamala Harris se tornou na primeira mulher negra a ser eleita vice-presidente dos Estados Unidos. Em 20 de janeiro de 2001, ela foi empossada na função.

Créditos das imagens

[1] BiksuTong e Shutterstock

 

Por Daniel Neves
Professor de História

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SILVA, Daniel Neves. "Kamala Harris"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/historia-da-america/kamala-harris.htm. Acesso em 25 de maio de 2022.

De estudante para estudante


Estude agora


Lei da diluição de Ostwald

A lei de diluição de Ostwald relaciona a concentração molar, a constante de ionização ou dissociação e o grau...

Marquês de Pombal

Nesta videoaula, você conhecerá melhor o Marquês de Pombal, a figura que se tornou um marco na história de Portugal...