Fundo Menu
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Gerundismo: Vício de Linguagem

O gerundismo é desnecessário
O gerundismo é desnecessário
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

Você pega o telefone, liga para a companhia telefônica para fazer uma queixa e, do outro lado da linha, um rapaz simpático informa: “a senhora pode estar respondendo algumas perguntas?”, “nós vamos estar passando o problema para a equipe técnica. A senhora vai estar pagando uma taxa de reparo....”

É comum nos últimos dias ouvirmos expressões como essas a todo o momento. Trata-se de um fenômeno com implicações semânticas e pragmáticas, usadas, na maioria dos casos, quando o falante não quer repassar a idéia de ações simultâneas, quando a duração não é prioridade.

O gerundismo é uma locução verbal na qual o verbo principal apresenta-se no gerúndio. Seu uso no português brasileiro é recente, é considerado por muitos como vício de linguagem, uma vez que seu uso é demasiadamente impreciso.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O gerúndio não é nefando, ele pode ser usado para expressar uma idéia, uma ação em curso, que ocorre no momento de outra. O seu correto emprego se dá quando se pretende exprimir uma ação durativa, um determinado processo que terá certa duração ou estará em curso.

A expressão “vou estar reservando” dá idéia de um futuro em andamento, no lugar de “vou reservar”, ou ainda, "reservarei", que narra algo que vai ocorrer a partir do momento da fala.

A origem mais provável para tal estrutura remete-se aos manuais americanos de treinamento de operadores de telemarketing, onde a estrutura “we’ll be sending tomorrow” aparecia com freqüência.

Ao traduzir para o Português, a estrutura ganhou tradução literal (“vamos estar enviando amanhã”) e se espalhou.

Por Marina Cabral
Especialista em Língua Portuguesa e Literatura

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

ESCOLA, Equipe Brasil. "Gerundismo: Vício de Linguagem"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/gramatica/gerundismo-vicio-linguagem.htm. Acesso em 20 de agosto de 2022.

De estudante para estudante


Qual a diferença entre os “porquês”?

Por Brasil Escola
Responder
Ver respostas

Qual a diferença entre frase e oração?

Por Brasil Escola
Responder
Ver respostas

PUBLICIDADE

Estude agora


Como fazer ótimos títulos na redação?

Como é possível fazer bons títulos? Nesta aula, o professor Guga Valente vai apresentar ótimas ideias e dar dicas...

Anthony Giddens

Aprenda tudo sobre o sociólogo britânico Anthony Giddens e sua teoria da modernidade reflexiva.