Topo
pesquisar

Como as grávidas podem prevenir-se do vírus zika?

Biologia

Como as grávidas podem prevenir-se do vírus zika? Essa grande dúvida vem tirando o sono de muitas gestantes desde a descoberta da relação entre esse vírus e a microcefalia.
Durante a gravidez, é essencial que medidas sejam tomadas para evitar a zika
Durante a gravidez, é essencial que medidas sejam tomadas para evitar a zika
PUBLICIDADE

A gravidez é um momento mágico para a futura mamãe, mas requer atenção especial. A formação de um novo ser é um momento delicado, e fatores externos, como o uso de substâncias tóxicas e infecções por vírus e bactérias, podem fazer com que o desenvolvimento seja comprometido.

Em novembro de 2015, descobriu-se a relação entre a febre por vírus zika, transmitido pelo Aedes aegypti, e o desenvolvimento de microcefalia. Quando as gestantes infectam-se com o vírus, este é transmitido para o bebê, que acaba desenvolvendo a microcefalia, uma condição que se caracteriza pelo desenvolvimento anormal do crânio, que se apresenta menor que a média.

Como a microcefalia pode causar retardo mental, quadros de convulsões, além de comprometimento motor, é importante que medidas sejam tomadas para evitar o aparecimento do problema, que possui causas diversas. Considerando-se apenas a microcefalia causada pelo vírus zika, algumas medidas podem e devem ser tomadas pelas gestantes e pelas mulheres que pretendem engravidar.

Para aquelas que não engravidaram, a recomendação é que, durante o surto da doença, a mulher não planeje uma gestação. Como a microcefalia afeta a saúde da criança, além de ainda não haver controle sobre o mosquito, o melhor é evitar a gravidez nesse período.

Para aquelas mulheres que já engravidaram, algumas dicas simples e consideravelmente eficazes podem ser tomadas. Veja a seguir algumas dicas importantes para as mulheres grávidas:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
  • Evite lugares com grande quantidade de mosquitos Aedes aegypti;

  • Não viaje para locais onde os casos de febre causada por vírus Zika são muito frequentes. Antes de viajar para qualquer região, comunique seu médico;

  • Utilize sempre repelente e observe se ele é ou não registrado pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Segundo a Agência, os repelentes registrados não possuem restrições de uso para mulheres grávidas, desde que estas respeitem as exigências do fabricante;

  • Em casa, utilize telas nas portas e janelas e, se possível, coloque mosquiteiros sobre a cama;

  • Para limpar a casa, pode ser feito chá de folhas de citronela, uma planta aromática com óleo que apresenta um papel repelente bastante reconhecido. Além disso, velas e incensos dessa planta também podem ser usados. Vale destacar, no entanto, que o efeito repelente da citronela não é suficiente para que seja a única forma de proteção contra o mosquito;

  • Utilize, sempre que possível, roupas de manga comprida e calças para diminuir a área do corpo que pode ter contato com o mosquito. Em dias quentes, utilize panos leves;

  • Cuide sempre da sua casa, evitando acúmulo de água parada.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Como as grávidas podem prevenir-se do vírus zika?"; Brasil Escola. Disponível em <https://brasilescola.uol.com.br/biologia/como-as-gravidas-podem-prevenir-se-virus-zika.htm>. Acesso em 26 de maio de 2019.

Os mosquitos do gênero <i>Aedes</i> estão relacionados com várias doenças, como a Febre Zika
Doenças e patologias Febre Zika
A microcefalia pode ser causada por vários motivos, sendo um deles o uso de algumas substâncias, como o álcool
Biologia Microcefalia
A SGB atinge os nervos periféricos e craniais
Saúde e Bem-estar Síndrome de Guillain-Barré
O mosquito transmissor da dengue (e também da febre amarela).
Doenças e patologias Dengue
A Febre Chikungunya é uma doença que causa febre e dores nas articulações
Doenças e patologias Febre Chikungunya
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola