Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Guerra de Secessão

Guerras

Guerra de Secessão foi um conflito envolvendo os estados do norte e do sul dos EUA, entre os anos de 1861 a 1865, pelo uso de escravizados e pela separação do país.
Bandeiras usadas na Guerra de Secessão: à esquerda, a da União, que representava o norte, e, à direita, a dos Confederados, representando o sul.
Bandeiras usadas na Guerra de Secessão: à esquerda, a da União, que representava o norte, e, à direita, a dos Confederados, representando o sul.
PUBLICIDADE

A Guerra de Secessão ou Guerra Civil Americana foi um conflito dentro dos Estados Unidos envolvendo os estados do norte e do sul pelo uso da mão de obra escravizada. Os sulistas se autodenominaram confederados e desejavam se separar dos Estados Unidos, mantendo a escravidão.

Do outro lado estavam os estados do norte, também chamados de União, que buscavam a unidade territorial bem como o fim da escravidão. A guerra foi vencida pelos estados do norte, e sua principal consequência foi a abolição da escravatura.

Leia também: Transformações dos Estados Unidos no século XIX

Resumo sobre a Guerra de Secessão

  • A Guerra da Secessão ou Guerra Civil Americana foi um conflito envolvendo os estados do norte e do sul pelo uso da escravidão e pela separação dos Estados Unidos.

  • O norte era industrializado e contrário à escravidão, enquanto o sul agrícola defendia o uso da mão de obra escrava.

  • A guerra aconteceu entre 1861 e 1865, sendo vencida pelos estados do norte.

  • A principal consequência dessa guerra foi a abolição dos escravos em todo território dos Estados Unidos.

Videoaula sobre a Guerra de Secessão

O que foi a Guerra de Secessão?

A Guerra da Secessão, também conhecida como Guerra Civil Americana, ocorreu entre os anos de 1861 e 1865, dentro do território dos Estados Unidos, entre os estados do norte e os do sul. Os primeiros eram industrializados e defendiam a libertação dos negros escravizados para trabalharem livremente de forma assalariada nas indústrias, enquanto os sulistas eram agrários e queriam a manutenção da escravidão negra.

Os estados do sul, além da manutenção da escravidão, defendiam a separação dos Estados Unidos. Já os estados do norte defendiam a união de seu país e a instituição do trabalho livre em todo o território norte-americano. O ex-presidente Abraham Lincoln se posicionou a favor dos nortistas, ou seja, da União, em oposição aos sulistas, os confederados.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Com a expansão territorial dos Estados Unidos, começou-se a discutir quais as políticas a serem adotadas nessas novas terras anexadas. As divergências entre o norte e o sul começaram pelo uso da mão de obra. Enquanto os nortistas queriam o trabalho livre e assalariado, os sulistas desejavam a expansão da escravidão para as novas regiões.

Pintura representando um confronto durante a Guerra de Secessão.
A Guerra de Secessão colocou em lados opostos as tropas do norte e do sul dos EUA, entre os anos de 1861 e 1865.

Motivos da Guerra de Secessão

Os móvitos da Guerra da Secessão foram:

  • Os estados do norte defendiam a mão de obra livre e assalariada, enquanto os estados do sul queriam a manutenção da mão de obra escravizada.

  • Cobrança de impostos sobre as mercadorias importadas.

  • A eleição do republicano Abraham Lincoln, em 1960, contrário à escravidão negra nos Estados Unidos.

Leia também: Como são feitas as eleições presidenciais nos Estados Unidos?

Guerra de Secessão

Com a chegada de Lincoln ao poder nos Estados Unidos, os estados sulistas declararam a separação do país e a criação do Estado Confederado da América. A reação da Casa Branca foi convocar os estados do norte para lutarem contra os do sul e reintegrá-los à União.

A guerra começou no dia 12 de abril de 1861, quando os confederados atacaram Fort Sumter, que pertencia à União. Começava a guerra civil envolvendo o sul (Carolina do Sul, Alabama, Flórida, Mississipi, Geórgia, Texas, Luisiana, Virgínia, Arkansas, Carolina do Norte e Tennessee) e o norte, que envolvia os demais estados.

Os nortistas tinham mais recursos e maior exército do que os sulistas, que não enxergavam a desvantagem numérica e financeira, participando ativamente dos confrontos. A Guerra da Secessão foi marcada pela intensidade das batalhas e sua crueldade. Mais de 600 mil pessoas perderam suas vidas durante os confrontos. Na Batalha de Gettysburg, 30 mil sulistas morreram na luta contra os nortistas.

A guerra terminou em 9 de abril de 1865, com a rendição do general Robert E. Lee, que liderava as últimas tropas sulistas. Dessa forma, a União derrotou os confederados e os reintegrou aos Estados Unidos, acabando, assim, com a separação dos estados do sul. A derrota confederada se deu pela falta dinheiro para financiar os conflitos, pois a economia estava em crise; pela falta de apoio estrangeiro, por conta do embargo marítimo imposto por Lincoln aos sulistas; e pela deserção de inúmeros soldados.

Foto do ex-presidente estadunidense Abrahan Lincoln.
Abraham Lincoln foi presidente dos Estados Unidos e liderou a União na Guerra da Secessão contra os confederados.

Consequências da Guerra de Secessão

Logo após o fim da Guerra da Secessão, o presidente Abraham Lincoln aboliu a escravidão em todo território norte-americano por meio da 13ª emenda. Com a rendição dos sulistas, os nortistas se apropriaram de propriedades rurais e libertaram os escravizados que ali trabalhavam. Outra consequência dessa guerra foi o assassinato de Lincoln, em 14 de abril de 1865, por John Wilkes Booth, simpatizante da causa confederada.

Mesmo com a libertação da escravidão, os negros sofreram preconceitos e, nos estados sulistas, surgiram sociedades secretas, como a Ku Klux Klan, que perseguiram e mataram negros recém-libertos.

  • Videoaula sobre a Ku Klux Klan

Exercícios resolvidos sobre a Guerra de Secessão

Questão 1 - (Fuvest) Ao final da Guerra de Secessão, a Constituição dos Estados Unidos sofreu a XIII Emenda, que aboliu a escravidão. Os brancos sulistas:

A) abatidos, emigraram em massa, para não conviver com os negros em condições de igualdade política e social.

B) inconformados com a concessão de direitos aos negros, desenvolveram a segregação racial e criaram sociedades secretas que os perseguiam.

C) arruinados, tiveram suas terras submetidas a uma reforma agrária e distribuídas aos ex-escravos.

D) desanimados, abandonaram a agricultura e voltaram-se para a indústria, a fim de se integrarem à prosperidade do capitalismo do norte.

E) recuperados, substituíram as plantações de algodão por café, contratando seus ex-escravos como assalariados.

Resolução

Alternativa B. Os estados sulistas não admitiram a abolição da escravidão e criaram sociedades secretas, como a Ku Klux Klan, para perseguir e matar os negros recém-libertos.

Questão 2 - A Guerra de Secessão iniciou-se quando os estados sulistas declararam sua secessão e promoveram o ataque contra o Fort Sumter. O estopim para o início do conflito foi:

A) a revogação da Lei Nebraska-Kansas.

B) a promulgação da 13ª Emenda Constitucional.

C) a vitória de Abraham Lincoln nas eleições presidenciais.

D) a instituição da Lei Seca, que afetava o principal negócio dos sulistas.

E) a proibição de funcionamento de sociedades secretas sulistas como a Ku Klux Klan.

Resolução

Alternativa C. A chegada de Abraham Lincoln ao poder nos Estados Unidos, em 1960, foi o estopim para a Guerra da Secessão, pois os estados do sul eram favoráveis ao trabalho escravizado, enquanto o novo presidente defendia a mão de obra livre e assalariada.

 

Por Carlos César Higa
Professor de História

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

HIGA, Carlos César. "Guerra de Secessão"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/guerras/a-guerra-secessao.htm. Acesso em 19 de setembro de 2021.

Artigos Relacionados
O conjunto de leis e a história do documento que organiza a nação estadunidense.
Acesse o link para conhecer detalhes da vida de Abraham Lincoln. Entenda como a Guerra Civil Americana se iniciou e como agiu Lincoln nesse conflito.
Clique para entender tudo a respeito da Guerra do Chaco. Veja neste texto algumas informações dessa que foi a maior guerra travada no continente sul-americano no século XX. Entenda as razões que deram início ao conflito e qual foi o seu desfecho.
Clique no link e tenha acesso a informações sobre o maior conflito da história da América do Sul: a Guerra do Paraguai.
Acesse este link do Brasil Escola para conhecer mais a respeito da história de uma das principais organizações terroristas que existem atualmente: o Ku Klux Klan. Saiba mais detalhes sobre o contexto histórico de criação dessa organização, conheça seus fundadores, seus símbolos e métodos de atuação.
Conheça os principais eventos históricos que ajudaram a definir, ao longo do século XIX, o mapa dos Estados Unidos.