Topo
pesquisar

Costa Rica

História da América

A Costa Rica foi considerada uma exceção por não ter enfrentado conflitos, como os que se alastraram entre os países da América Central e que culminaram em ditaduras.
Bandeira da Costa Rica
Bandeira da Costa Rica
PUBLICIDADE

Com a chegada de Cristóvão Colombo, as tribos indígenas que habitavam a Costa Rica foram mortas, a partir de 1502. O país tornou-se independente da Espanha em 1821, e com isso acabou unindo-se com o México.

De 1823 a 1838, a Costa Rica integrou a Federação Centro-Americana, quando no último ano de integração ela passou a ser república independente. Somente em 1889, houve a primeira eleição presidencial democrática do país.

 

Exceção das Américas

A anulação ocorrida nas eleições de 1948 resultou em uma breve guerra civil, vencida pelas forças comandadas pelo socialista José Figueres Ferrer, também conhecido como dom Pepe.

Sob sua liderança, o país nacionalizou os bancos, aumentou os impostos sobre os lucros da empresa norte-americana United Fruit (que controlava o setor da banana) e estabeleceu um eficiente sistema de previdência social.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A estabilidade da Costa Rica nos anos de 1970 e 1980 fez dela uma exceção entre as ditaduras e os conflitos que tomaram a América Central. Já nos anos de 1980 e 1996, o país passou a abrigar cerca de meio milhão de refugiados provenientes das nações vizinhas, os quais foram discriminados e deportados.

Em 1987, o presidente Oscar Arias propôs um acordo de paz regional, aprovado por El Salvador, Honduras, Guatemala e Nicarágua. No mesmo ano, ganhou o prêmio Nobel da Paz.

A Costa Rica sofreu com a queda internacional dos preços da banana e do café em 1990, principais produtos exportados pelo país. Em razão disso, vários protestos foram gerados com a política de corte de gastos.

Por Eliene Percília

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola