Topo
pesquisar

Haver ou Ter?

Gramática

Haver e ter são tidos como impessoais, em se tratando de determinadas circunstâncias. Mas no que tange à escrita, somente o verbo haver é indicado.
Em se tratando de situações formais de interlocução, o uso do verbo Haver ocupa o do verbo Ter
Em se tratando de situações formais de interlocução, o uso do verbo Haver ocupa o do verbo Ter
PUBLICIDADE

A propósito: você tem conhecimento acerca dos chamados “verbos impessoais”? Se sim, algo positivo, se não, não se preocupe, pois isso não impedirá de compreender sobre o assunto que ora se torna evidente.
 
Outra questão, apenas relembrando: enquanto usuários da língua, temos de ter consciência de que somos regidos por um sistema, convencional a todos nós e... portanto, cabe-nos tão somente segui-lo, sobretudo em se tratando de situações formais de interlocução.

Pois bem, seguimos adiante analisando os enunciados que seguem:

Tinham candidatos à espera dos resultados do Vestibular.

Cuidado! Ao tentar descobrir o sujeito dessa oração, saiba que ela não o possui, haja vista que se trata de uma oração sem sujeito. O que vem depois do verbo: O objeto direto: candidatos à espera dos resultados do vestibular.

Portanto, se se treta de uma oração sem sujeito, cujo princípio que a fundamenta é o verbo não ser flexionado, por que então o verbo do exemplo se encontra no plural? Simples, consiste num erro, numa incoerência gramatical.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Logo, compreenda que mesmo o objeto estando no plural, o verbo necessariamente deverá permanecer na terceira pessoa do singular, ou seja:

Tinha candidatos à espera dos resultados do Vestibular.
Tinha garotos jogando bola no pátio da escola.
Tinha pessoas falando muito alto. E daí por diante...


Mas atente-se a um detalhe, de extrema importância: em se tratando da linguagem escrita, prefira sempre utilizar o verbo haver no lugar do verbo ter. Assim, reformulando temos:

Havia candidatos à espera dos resultados do Vestibular.
Havia garotos jogando bola no pátio da escola.
Havia pessoas falando muito alto. E daí por diante...


Por Vânia Duarte
Graduada em Letras

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DUARTE, Vânia Maria do Nascimento. "Haver ou Ter?"; Brasil Escola. Disponível em <https://brasilescola.uol.com.br/gramatica/haver-ou-ter.htm>. Acesso em 23 de outubro de 2018.

Lista de Exercícios
Questão 1

Para exercitar seus conhecimentos linguísticos, analise os enunciados abaixo descritos e, em seguida, responda ao que se pede:

# Tem pessoas necessitando de auxílio nesta comunidade.

# Há pessoas necessitando de auxílio nesta comunidade.

a – Em se tratando da velha e boa estratégia de descobrir o sujeito da oração (fazendo uma pergunta ao verbo), explique por que “pessoas necessitando de auxílio” não pode representar tal termo (sujeito) do enunciado em questão.
 
b - Com base nas elucidações evidenciadas na resposta primeira, teça um comentário acerca do emprego do verbo “haver” ora expresso na terceira pessoa do singular, sobretudo considerando o padrão formal da linguagem.

Questão 2

A seguir se evidencia uma das criações do nosso imortal escritor Carlos Drummond de Andrade, intitulada “No meio do caminho”. Após analisá-la, sua tarefa consistirá em registrar as impressões captadas acerca do uso do verbo “ter”, tendo em vista a necessidade de adequação ao padrão formal da linguagem, especialmente em se tratando de situações formais de interlocução.

No meio do caminho tinha uma pedra 
tinha uma pedra no meio do caminho 

tinha uma pedra 

no meio do caminho tinha uma pedra. 

 

Nunca me esquecerei desse acontecimento 

na vida de minhas retinas tão fatigadas. 

Nunca me esquecerei que no meio do caminho 

tinha uma pedra 

tinha uma pedra no meio do caminho 

no meio do caminho tinha uma pedra

Carlos Drummond de Andrade

Mais Questões
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola