Topo
pesquisar

Ciro e o Império Persa

História Geral

A formação do Império Persa ocorreu no governo do imperador Ciro, o Grande, que efetivou uma política de expansão territorial, consolidando um dos maiores impérios da Antiguidade.
Ciro, o Grande, foi considerado o maior imperador do Oriente Antigo
Ciro, o Grande, foi considerado o maior imperador do Oriente Antigo
PUBLICIDADE

A partir do século VIII a. C., os povos medos (arianos da Ásia Central) construíram um grande reino, por meio de um ágil, organizado e forte exército. Dessa maneira, os medos submeteram vários povos do planalto iraniano, inclusive os persas.

A submissão dos persas perdurou até o ano de 550 a.C., quando o príncipe persa Ciro, o Grande (590-529 a.C.), liderou uma revolta contra os medos. Ciro, saindo vitorioso da batalha, passou a liderar os persas e a controlar todos os povos do planalto iraniano, formando, então, o Império Persa.

O novo soberano, Ciro, iniciou uma política de expansão territorial com o objetivo de formar um grande império, pois desejava obter riquezas e resolver os problemas causados pelo aumento populacional. Dessa forma, Ciro, o Grande, conseguiu conquistar os territórios da Mesopotâmia, de toda a Ásia Menor (atual Turquia) e de territórios a leste da Pérsia (parte ocidental da Índia). Por todas essas conquistas, Ciro foi considerado um dos grandes estrategistas militares da Antiguidade.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Em 530 a. C., o Império Persa se estendia do Mar Mediterrâneo oriental até o Rio Indo (rio que corta a atual China, Índia e Paquistão na Ásia). Para demonstrar a extensão territorial do Império Persa, observe que as conquistas de Ciro compreenderam os seguintes países atuais: Irã, Iraque, Síria, Líbano, Jordânia, Israel, Egito, Turquia, Kuwait, Afeganistão, parte do Paquistão, parte da Grécia e da Líbia.

O governo de Ciro sempre tratou bem os povos dominados, possibilitando-lhes a liberdade de ação, de emprego e de religião, porém Ciro os obrigava a servir o exército persa e a pagar tributos. Dessa maneira, ele fortaleceu seu exército e arrecadou tributos para a manutenção dos seus soldados. Uma das grandes características do imperador Ciro e dos persas era a força que tinham como guerreiros.

Ciro morreu em batalha no ano de 530 a. C., dando lugar aos seus sucessores, Cambises e Dario I, que mantiveram sua política de expansão territorial.

Leandro Carvalho
Mestre em História

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

CARVALHO, Leandro. "Ciro e o Império Persa"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/historiag/ciro-imperio-persa.htm. Acesso em 20 de agosto de 2019.

Lista de Exercícios
Questão 1

(Unifesp-SP) “Nunca temi homens que têm no centro de sua cidade um local para reunirem-se e enganarem-se uns aos outros com juramentos.’ Com estas palavras Ciro insultou todos os gregos, pois eles têm suas ágoras [praças] onde se reúnem para comprar e vender; os persas ignoram completamente o uso de ágoras e não têm lugar algum com esta finalidade”.

Heródoto, Histórias, séc. V a.C.

O texto expressa:

  1. a inferioridade dos persas que, ao contrário dos gregos, não conheciam ainda a vida em cidades.
  2. a desigualdade entre gregos e persas, apesar dos mesmos usos que ambos faziam do espaço urbano.
  3. o caráter grego, fundamentado no uso específico do espaço cívico, construído em oposição aos outros.
  4. a incapacidade do autor olhar com objetividade os persas e descrever seus costumes diferentes.
  5. a complacência dos persas para com os gregos, decorrente da superioridade de seu poderio econômico e militar.

Questão 2

Ciro foi o primeiro grande imperador persa que promoveu a expansão do então Reino Persa. Os primeiros povos subjugados por Ciro, que antes dele dominavam o Reino Persa, eram os:

  1. Hebreus
  2. Mesopotâmios
  3. Fenícios
  4. Medos
  5. Gregos

Mais Questões
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola