Topo
pesquisar

Uso da ênclise no singular e no plural

Gramática

O uso da ênclise no singular e no plural apresenta regras que determinam em que casos há ou não a supressão do “-s”.
PUBLICIDADE

O uso da ênclise no singular e no plural suscita dúvidas relacionadas aos fatos gramaticais. Assim, para dar base a essa discussão, observemos o uso de tal modalidade nos seguintes exemplos:

Enviamos-lhes ou enviamos-lhe
Agradecemos-vos
Entregamos-te

Constatamos que as formas verbais aparecem acompanhadas, respectivamente, dos pronomes oblíquos “lhes/lhe/vos/te”.

Dessa maneira, tais formas não sofreram nenhuma alteração, ou seja, por pertencerem à primeira pessoa do plural (nós), apareceram acompanhas da desinência “-s” (enviamos, agradecemos e entregamos).    

Contudo, cabe ressaltar que em se tratando das exceções gramaticais, há uma delas que cabe ao assunto em questão, ou seja, se a forma verbal é de primeira pessoa do plural e aparece seguida do pronome “nos”, ela perde essa desinência (-s). Tudo leva a crer que o presente posicionamento se deve a questões relacionadas à eufonia (relativa à harmonia sonora), ou mesmo por uma facilidade de pronúncia por parte do emissor. Vejamos, pois, os casos que representam tal exceção:    

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Apresentamo-nos
Queixamo-nos
Dediquemo-nos

Celso Cunha admite que tal supressão se dá em virtude de uma antiga assimilação à nasal inicial do pronome seguinte, como é o caso dos exemplos supracitados.


Por Vânia Duarte
Graduada em Letras

O uso da ênclise no singular e no plural representa uma das muitas dúvidas em relação aos fatos da língua
O uso da ênclise no singular e no plural representa uma das muitas dúvidas em relação aos fatos da língua

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DUARTE, Vânia Maria do Nascimento. "Uso da ênclise no singular e no plural"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/gramatica/uso-enclise-no-singular-no-plural.htm. Acesso em 22 de setembro de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola