close
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Alfredo Ceschiatti

Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

Artista plástico e escultor brasileiro nascido em Belo Horizonte, Estado de Minas Gerai, mais conhecido como criador de obras para decoração de prédios projetados por Oscar Niemeyer, de quem foi constante colaborador. Antes de se consagrar à escultura, viajou pela Europa (1938), especialmente pela Itália. Voltou ao Brasil e entrou na Escola Nacional de Belas-Artes, no Rio de Janeiro(1940). Três anos depois começou a ser premiado e ganhou diversas medalhas na divisão moderna do Salão Nacional de Belas-Artes, inclusive o de uma viagem ao exterior (1945) pelo baixo-relevo do batistério da igreja de São Francisco de Assis, na Pampulha, em Belo Horizonte.

Deu início a sua colaboração com Niemeyer, inclusive como várias encomendas para a construção de Brasília, como As banhistas, em bronze, no espelho d'água do Palácio da Alvorada, A Justiça, em granito, em frente ao prédio do Supremo Tribunal Federal, Os anjos e Os evangelistas, na catedral, e As gêmeas, em bronze, na cobertura do Palácio do Itamarati. Na Nova Cap também ensinou escultura e desenho na Universidade de Brasília (1963-1965). No Rio de Janeiro, cidade onde morreu, fez as figuras representativas para as forças armadas no monumento aos mortos da segunda guerra mundial.

Fonte: Biografias - Unidade Acadêmica de Engenharia Civil / UFCG

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Ordem A - Biografia - Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

ESCOLA, Equipe Brasil. "Alfredo Ceschiatti"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biografia/alfredo-ceschiatti.htm. Acesso em 25 de maio de 2022.

De estudante para estudante


Estude agora


Titulação ou titulometria

Titulação ou titulometria é um método de volumetria utilizado em laboratório para determinar a concentração de...

1984, de George Orwell, e a origem do termo Big Brother

Alguns defendem que se trata de um programa alienador e outros defendem que podemos sim assistir ao Big Brother e ler...