Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Adolfo Aizen

Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Jornalista e editor brasileiro, nascido em Juazeiro, na Bahia um dos principais responsáveis pela popularização dos quadrinhos no Brasil. Aos 15 anos, mudou-se para o Rio de Janeiro, decidido a ser um jornalista. Começou a trabalhar para O malho (1933), transferindo-se depois para O tico-tico. No mesmo ano viajou a Nova Iorque, onde entrou em contato com a King Features Syndicate.

Depois de lançar o Suplemento juvenil, com aventuras de Jungle Jim, Flash Gordon, Tarzan, Mandrake e vários outros, fundou o Grupo Consórcio Suplementos Nacionais e passou a publicar várias outras revistas, como O mirim e O lobinho. Fechou o Suplemento (1947) e fundou a Editora Brasil-América, a inesquecível Ebal. Esta editora se caracterizou por editar histórias em quadrinhos durante muitos anos, até a década de 70. Seu primeiro sucesso no gênero foi com o lançamento da revista O Herói (1949).

Publicou também Superman, Batman, Zorro, Bugs Bunny, Tom &Jerry, Homem Aranha, Thor etc. Logo no início, co-editou histórias de Disney com Cesar Civita, irmão do editor Victor Civita, na revista Seleções Coloridas, futura Editora Abril, que se transformou num império editorial na América Latina. Na Ebal, além da série Edições Maravilhosas, com adaptações de romances da literatura brasileira, ele prestigiou artistas nacionais, revelando André Le Blanc, Manoel Victor Filho, Nico Rosso, Eugenio Colonese e Ziraldo, entre muitos outros. Faleceu na cidade do Rio de Janeiro (1991).

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
Escritor do artigo
Escrito por: Brasil Escola Escritor oficial Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

ESCOLA, Brasil. "Adolfo Aizen"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biografia/adolfo-aizen.htm. Acesso em 19 de abril de 2024.

De estudante para estudante