Doação de plaquetas

Saúde e Bem-estar

PUBLICIDADE

Algumas pessoas, como as que se submetem à quimioterapia, radioterapia e transplante de medula óssea; tendem a sangrar pela baixa concentração de plaquetas no sangue. Dessa forma, é necessário que recebam transfusões contendo-as e, para tal, é importante que existam doadores.

A doação de plaquetas, ou aférese, é um procedimento menos conhecido do que a doação de sangue total; sendo capaz de disponibilizar oito vezes mais plaquetas do que uma doação tradicional.

Contemplando as mesmas condições básicas indicadas para os doadores de sangue, o doador deve possuir veias resistentes como pré-requisito. Além disso, esse não pode ter utilizado aspirina, AAS, anti-inflamatórios e alguns antiácidos pelo menos sete dias antes, já que essas substâncias neutralizam o efeito das plaquetas. É aconselhável que a pessoa se alimente normalmente no dia em questão, incluindo em sua dieta fontes ricas em cálcio.

Em tal processo, por meio de uma punção venosa, o sangue do doador é bombeado para a máquina, em um sistema descartável. Lá, será separado aproximadamente 30% das plaquetas disponibilizadas, sendo as demais células devolvidas, também por via venosa. O material coletado é armazenado, em pequenas bolsas, à temperatura ambiente - entre 20 e 24ºC.

Com duração de aproximadamente noventa minutos, na primeira uma hora 10% das plaquetas já são recuperadas; com reposição completa em aproximadamente 48 horas. Uma curiosidade é que o mesmo doador pode disponibilizar novamente suas plaquetas em 72 horas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por Mariana Araguaia
Graduada em Biologia

A aférese disponibiliza cerca de 8% de plaquetas a mais do que a doação de sangue total
A aférese disponibiliza cerca de 8% de plaquetas a mais do que a doação de sangue total

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

ARAGUAIA, Mariana. "Doação de plaquetas"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/saude/doacao-plaquetas.htm. Acesso em 22 de setembro de 2020.