Topo
pesquisar

Cinquenta anos de Mafalda

Redação

Há cinquenta anos, circulava na Argentina a primeira tirinha da Mafalda, a menina que encantou fãs de todo o mundo com seu pensamento contestador e libertário.
Em 2014, a menina mais politizada da América Latina, a argentina Mafalda, completa cinquenta anos de existência
Em 2014, a menina mais politizada da América Latina, a argentina Mafalda, completa cinquenta anos de existência
PUBLICIDADE

Você conhece a Mafalda? Certamente, em algum momento de sua vida, você deve ter se encontrado com essa menina argentina muito esperta e cheia de opiniões. A tirinha do cartunista Quino circula em livros e jornais há quase cinquenta anos, e é sucesso entre antigos e novos fãs, marcando presença em diversos processos seletivos por todo o mundo. Quem nunca precisou interpretar em uma prova o pensamento vanguardista da menina? Sua presença cativa é sempre uma ótima oportunidade para refletirmos sobre a sociedade e seus costumes.

Mafalda nasceu das mãos de seu criador, Joaquín Salvador Lavado – o Quino –, com um objetivo específico: ilustrar a publicidade de uma marca de eletrodomésticos que acabou não sendo veiculada. O ano era 1962 e, por esse motivo, muitos confundem a verdadeira idade da menina, mas a primeira tirinha da personagem só foi publicada oficialmente no ano de 1964, mais precisamente no dia 29 de setembro. O cenário para as histórias de Quino são os bairros Montserrat – lugar que ganhou uma praça para homenagear Mafalda – e San Telmo, na capital argentina, Buenos Aires. Portanto, os cinquenta anos da pequena notável serão comemorados agora, em 2014, mas sempre é tempo para revisitar as tirinhas e celebrar sua existência.

Mafalda tornou-se um ícone dos anos 70, provocando discussões pertinentes, como as desigualdades sociais e o machismo
Mafalda tornou-se um ícone dos anos 70, provocando discussões pertinentes, como as desigualdades sociais e o machismo

Quino fez sua estreia no ano de 1963 com a publicação do primeiro álbum chamado Mundo Quino. Mas o sucesso mesmo veio com Mafalda, que em 1965 passou a ser publicada diariamente no jornal Mundo, de Buenos Aires. Graças à menina com um laço de fita vermelho no cabelo, Quino foi alçado ao posto de um dos maiores humoristas gráficos do país. Mas o que faz de Mafalda uma personagem tão carismática e diferente no mundo dos quadrinhos? A menina, apesar de ter apenas seis anos, é absolutamente precoce e serviu como porta-voz de seu criador em tempos de uma implacável Ditadura Militar na Argentina. Ela tinha preocupações pouco comuns para as crianças de sua idade, enxergando a vida sob uma perspectiva peculiar ao abordar questões pertinentes através de uma linguagem ácida e extremamente irônica.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Em 1967, o sucesso das tirinhas da Mafalda já estava consolidado, o que permitiu sua sobrevida a despeito da falência do jornal Mundo, sendo posteriormente publicadas no semanário Siete Dias Ilustrados. Nove anos após a publicação inaugural, Quino decidiu não mais desenhar as histórias da personagem, visto que os quadrinhos precisavam ser entregues com certa antecedência para a publicação e, sendo assim, não poderia mais comentar assuntos do dia a dia, outra característica marcante do discurso de Mafalda. Quino preferiu aposentar a personagem, mas o público não fez o mesmo, elevando Mafalda ao posto de ícone de uma geração, um verdadeiro símbolo dos anos 70, tempos marcados por uma grande inquietação cultural e política. Apesar de já contar com cinquenta anos, algumas tirinhas são absolutamente atuais, denotando que, infelizmente, ainda precisamos avançar em muito para que Mafalda fique datada, perdendo assim um pouco do sentido que ainda faz. Temos certeza de que ela ficaria muito feliz em saber que seus argumentos tornaram-se ultrapassados. Por hora, continuam pertinentes e atemporais. Abaixo, selecionamos para você duas tirinhas que ilustram bem o pensamento da menina mais politizada da América Latina. Boa leitura e boa reflexão!

Porta-voz de seu criador, o cartunista Quino, Mafalda tratou de temas pertinentes em uma época obscura da história recente da Argentina
Porta-voz de seu criador, o cartunista Quino, Mafalda tratou de temas pertinentes em uma época obscura da história recente da Argentina

Apesar de seus cinquenta anos, Mafalda continua atual, refletindo com coerência problemas antigos de nossa sociedade
Apesar de seus cinquenta anos, Mafalda continua atual, refletindo com coerência problemas antigos de nossa sociedade


Por Luana Castro
Graduada em Letras

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

PEREZ, Luana Castro Alves. "Cinquenta anos de Mafalda"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/redacao/cinquenta-anos-mafalda.htm. Acesso em 24 de junho de 2019.

Lista de Exercícios
Questão 1

ENEM

Mafalda é uma garotinha de seis anos que sempre lança perguntas desconcertantes para os adultos
Mafalda é uma garotinha de seis anos que sempre lança perguntas desconcertantes para os adultos

QUINO, J. L Mafalda. Tradução de Mônica S. M. da Silva, São
Paulo: Martins Fontes, 1988.

O efeito de humor foi um recurso utilizado pelo autor da tirinha para mostrar que o pai de Mafalda:

a) revelou desinteresse na leitura do dicionário.

b) tentava ler um dicionário, que é uma obra muito extensa.

c) causou surpresa em sua filha, ao se dedicar à leitura de um livro tão grande.

d) queria consultar o dicionário para tirar uma dúvida, e não ler o livro, como sua filha pensava.

e) demonstrou que a leitura do dicionário o desagradou bastante, fato que decepcionou muito sua

filha.

Questão 2

Mafalda foi criada no ano de 1962 pelo cartunista argentino Quino. Suas opiniões ácidas e irônicas é sua principal característica
Mafalda foi criada no ano de 1962 pelo cartunista argentino Quino. Suas opiniões ácidas e irônicas é sua principal característica

Assinale a alternativa que melhor expresse o efeito de humor contido na tirinha:

a) O discurso feminista de Susanita é responsável pelo efeito de humor, já que o tema é tratado de forma irônica, denotando certo machismo por parte do autor da tirinha.

b) Mafalda opõe-se ao discurso da amiga Susanita e, através de suas feições em todos os quadrinhos, percebe-se nitidamente seu descontentamento.

c) A linguagem verbal não contribui para o melhor entendimento da tirinha, pois todo efeito de humor está contido na linguagem não verbal através da expressão exibida por Mafalda no último quadrinho.

d) Susanita apresenta um discurso de acordo com as teorias feministas que pregam a libertação das práticas tradicionalmente atribuídas à mulher. Contudo, no último quadrinho, a personagem defende o uso de uma tecnologia que apenas reforça os padrões tradicionais.

Mais Questões
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola