Precipitação de sais insolúveis

Química

PUBLICIDADE

Para quem já sofreu de uma das piores dores do mundo, a famosa cólica de rins, seria interessante saber como se formam os cálculos renais. Saiba que este problema que afeta boa parte da população tem sua explicação na composição química das pedras encontradas em rins afetados.

Nosso sistema urinário excreta de forma contínua e diária as substâncias químicas fosfato de cálcio e oxalato de cálcio. O problema surge quando nossa urina fica saturada e passa a não excretar corretamente tais substâncias. As pedras aparecem como resposta ao acúmulo de fosfato e oxalato de cálcio nos rins.

O aparecimento de cálculos renais é um processo natural de precipitação de sais insolúveis. O processo é lento e demora cerca de dois a três anos para a formação de um cálculo renal.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Para evitar a cristalização dos sais oxalato e fosfato de cálcio, é recomendável a ingestão de 2 litros de água diariamente.

Por Líria Alves
Graduada em Química

Cálculos renais: sais cristalizados.
Cálculos renais: sais cristalizados.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SOUZA, Líria Alves de. "Precipitação de sais insolúveis"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/quimica/precipitacao-sais-insoluveis.htm. Acesso em 15 de julho de 2020.