Topo
pesquisar

Um estudo acerca das expressões “Entrar de férias” e “Entrar em férias”

Gramática

PUBLICIDADE

Inúmeras são as expressões com as quais compartilhamos no dia a dia que, por se conceberem como rotineiras, nem damos conta se estas estão de acordo com o padrão formal da linguagem ou não. Caso fôssemos nos ater somente aos aspectos ligados à oralidade, tal ocorrência não retrataria nenhum aspecto negativo, mas a verdade é que somos submetidos a um sistema convencional que, literalmente dizendo, é comum a todos nós - usuários da língua. Portanto, temos que tomar algumas precauções em se tratando do ato de redigir, com vistas a aprimorar constantemente nossa competência no que se refere aos preceitos gramaticais, condizentes à modalidade em referência.


No intuito de ilustrar tal situação, apoiemo-nos nas expressões em estudo, uma vez que uma dúvida certamente tende vir à tona. Afinal de contas, estamos prestes a entrar de férias ou em férias?
 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)


Se o que mais importa a você é descansar, descanse... Mas faça isto na certeza de um detalhe:


Neste caso, ambas as expressões são consideradas como corretas: de férias ou em férias.


Entretanto, há um aspecto a que devemos nos atentar:


Se a palavra “férias” estiver acompanhada de um adjetivo, recomenda-se que utilizemos a preposição “em”. Assim, em casos evidenciados por:


Alguns funcionários públicos entraram em férias coletivas.

Entramos hoje em merecidas férias.


Realize tal procedimento, e... bom descanso!!!


Por Vânia Duarte
Graduada em Letras
Equipe Brasil Escola

Gramática - Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DUARTE, Vânia Maria do Nascimento. "Um estudo acerca das expressões “Entrar de férias” e “Entrar em férias” "; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/gramatica/um-estudo-acerca-das-expressoes-entrar-ferias-entrar.htm. Acesso em 26 de junho de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola