Topo
pesquisar

Retirada das Tropas Estadunidenses do Iraque

Geografia

A retirada das tropas estadunidenses do Iraque ocorreu em agosto de 2010, sete anos após a invasão.
PUBLICIDADE

A ocupação das tropas estadunidenses no Iraque teve início no dia 19 de março de 2003, sendo motivada pelo pretexto de que o país governado pelo ditador Saddam Hussein possuiria um arsenal bélico nuclear, além de financiar grupos terroristas. Mesmo sem a autorização da Organização das Nações Unidas (ONU) e com a oposição da Alemanha, França e Rússia, Estados Unidos e Reino Unido realizaram a invasão do Iraque. Em menos de um mês, o regime político iraquiano foi derrubado e Saddam Hussein, capturado.

Cerca de 160 mil soldados continuaram no Iraque, fato que gerou revolta na população local, deflagrando uma onda de atentados e ataques às tropas estadunidenses. As tais “armas nucleares” nunca foram encontradas e uma comissão parlamentar que investigou o atentado de 11 de setembro de 2001 confirmou que não havia nenhuma ligação da Al Qaeda (grupo terrorista liderado por Osama Bin Laden) com o governo iraquiano.

Mesmo assim, a ocupação não teve fim. A verdade é que os Estados Unidos aproveitaram para explorar o petróleo do Iraque e reconstruir a infraestrutura daquele país com construtoras estadunidenses, proporcionando lucratividade para essas empresas. A ONU, que foi contra a invasão, “ironicamente” autorizou a permanência das tropas, argumentando que essa seria a única forma de estabelecer a paz no Iraque. No entanto, os ataques de homens-bombas se intensificaram, e a insatisfação da população foi tamanha que uniram xiitas e sunitas contra os soldados estadunidenses.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Em 2008, a última das cinco brigadas extras de combate deixou o Iraque, permanecendo 147 mil soldados. Nesse mesmo ano, os dois países realizaram um acordo, no qual os Estados Unidos retirariam suas tropas até o final de 2011 e, enquanto não chegasse esse momento, o Parlamento iraquiano exerceria autoridade sobre as missões no país. Barack Obama, presidente dos Estados Unidos, anunciou um plano para encerrar as operações no Iraque até 31 de agosto de 2010, permanecendo somente 50 mil soldados para proporcionar treinamento para o exército local.

As unidades de combate desocuparam os centros urbanos do Iraque, no entanto, há grande preocupação com relação à segurança no país. Os Estados Unidos deixam o Iraque após sete anos de uma invasão com objetivos questionáveis, fato que provocou a morte de cerca de 4.500 soldados e milhares de civis desde 2003.
 

Por Wagner de Cerqueira e Francisco
Graduado em Geografia
Equipe Brasil Escola

Geografia Geral - Geografia - Brasil Escola

Soldado estadunidense no Iraque
Soldado estadunidense no Iraque

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

FRANCISCO, Wagner de Cerqueria e. "Retirada das Tropas Estadunidenses do Iraque "; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/retirada-das-tropas-estadunidenses-iraque.htm. Acesso em 22 de setembro de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola